Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 19/06/2015 - 10h51
Última atualização em 19/06/2015 - 11h12

Liberato conquista R$ 15 milhões para formação de pessoas com deficiência

A implantação de um Centro em Tecnologia Assistiva possibilitará a qualificação profissional de jovens e adultos com deficiência

Foto: Divulgação
Novo Hamburgo -
 Uma reunião na sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em Brasília, selou na quinta-feira (18) a liberação de R$ 15 milhões para a implantação de um Centro em Tecnologia Assistiva na Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, em Novo Hamburgo. Metade do investimento é oriundo do FNDE e o restante advém de empréstimos em nome do Estado junto ao Banco Mundial.
 
“Implantar um projeto desse porte, justamente em uma escola que é referência no Estado e no País, possibilitará a oferta de mais 1,2 mil vagas para estudantes da região. Agora poderemos dar oportunidade para que pessoas com deficiência se insiram no mercado de trabalho”, explica o secretário da Educação, Vieira da Cunha.
 
 
Obra deve iniciar ainda neste ano
 
O projeto contempla a construção de um novo prédio com 12 salas de aula, seis laboratórios básicos, um laboratório de tecnologia assistiva, um laboratório de audiodescrição, além de auditório, biblioteca, teatro de arena, refeitório, área de convivência, quadra poliesportiva coberta e dois laboratórios especiais para a área profissional. Segundo o diretor executivo da Fundação Liberato, Leo Weber, a obra deve começar até novembro deste ano.
 
“No segundo semestre de 2016 deve entrar em funcionamento”, prevê. Já a secretária de Educação de Novo Hamburgo, Cristiane Sousa Costa, destaca “a reestruturação das escolas e do papel da educação, tendo como meta a garantia ao acesso e a aprendizagem de todos.”

Publicidade