Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 29/07/2015 - 17h26
Última atualização em 29/07/2015 - 17h35

Entre altos e baixos, Windows 10 começa a ser distribuído

Novo sistema operacional da Microsoft foi lançado na data prevista, e ganha preço de venda oficial

André Moraes - andre.moraes@gruposinos.com.br

Foto: Divulgação
Começou, dentro da última previsão da Microsoft, a distribuição do Windows 10, novo sistema operacional da empresa. O Windows novo chega com várias propostas, uma das quais desfazer a imagem ruim que havia ficado junto aos usuários por conta da interface confusa do Windows 8. Ele também vai funcionar como multiplataforma: vai poder se reconfigurar para diferentes dispositivos conforme a necessidade do usuário.
 
A implantação do Windows 10 começou neste dia 29 de julho através de downloads para os usuários que haviam solicitado upgrade gratuito de seu sistema. Para estes, estava aparecendo há alguns dias um ícone no canto da tela, indicando que já estavam sendo descarregados arquivos de instalação para o Windows 10.
 
O sistema também ganhou preço no Brasil. O Windows 10 Home vai custar R$ 329,99 e o Windows 10 Pro R$ 559,99. Dificilmente usuários domésticos precisarão da versão Pro. O sistema será vendido em um pen drive, não mais em DVD como os anteriores.
 
Para muitos usuários, o upgrade ocorreu de forma gratuita. Sites especializados, contudo, alertam que nem todos os computadores vão rodar bem o Windows 10. Há um testador da própria Microsoft no momento do upgrade, que informa ao usuário se ele pode rodar o programa novo. Porém, mesmo nos casos em que a resposta seja afirmativa, o usuário pode experimentar problemas como lentidão e incompatibilidade com programas e dispositivos já instalados.
 
No dia da estreia, alguns usuários começaram a relatar os primeiros bugs. Embora a Microsoft tenha mudado seu sistema de implementação e adotado, pela primeira vez, um extenso programa de beta testers, há defeitos que estão começando a ser identificados. Usuários relatam uma tela azul que comunica que houve problemas, o que parece estar sendo verificado por usuários com grande número de programas instalados (acima de 500). As telas azuis de travamento eram um recurso do Windows que chegou a ficar folclórico em versões anteriores do sistema, a ponto de ser descontinuado. Agora, parece estar de volta.
 
 

Publicidade