Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 18/12/2015 - 17:24
Última atualização em 18/12/2015 - 18h19

Nelson Barbosa substitui Joaquim Levy no Ministério da Fazenda

Ministro Joaquim Levy pode deixar a pasta a qualquer momento

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Joaquim Levy (esquerda) deixará o cargo, que passará a ser ocupado pelo atual ministro do Planejamento, Nelson Barbosa (direita)
O nome do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, para substituir Joaquim Levy na Fazenda é praticamente certo. Informação do canal de TV Globo News aponta que a presidente Dilma Rousseff já definiu a substituição.
A escolha de Barbosa reflete a tendência do governo de seguir com uma política econômica mais desenvolvimentista - na qual o Estado é o principal fomentador do crescimento por meio de investimento público - em detrimento da linha ortodoxa que Levy tentou seguir, de mais austeridade nos gastos públicos. O último episódio de desautorização do ministro da Fazenda foi a aprovação de uma proposta de meta fiscal (economia do governo) de 0,5% do PIB para 2016, em vez do 0,7% defendido por Levy.
Diante das especulações em torno da saída de Levy durante esta sexta-feira (18), a bolsa fechou com queda de 2,99%, e o dólar subiu: fechou cotado em R$ 3,9448. O mercado financeiro não vê com bons olhos a substituição de Levy por um ministro identificado com as políticas econômicas defendidas pelo PT: mais gasto público, menos preocupação com a meta fiscal, juros baixos e câmbio desvalorizado. Prefere a postura do ministro demissionário, que prevê austeridade nos gastos e juros mais altos para manter a inflação dentro da meta.
O ministro Valdir Simão, chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), vai assumir o ministério do Planejamento na vaga de Nelson Barbosa.

Publicidade