Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 26/03/2016 - 15:30
Última atualização em 26/03/2016 - 16h17

Bélgica já identificou 24 mortos em ataques; 101 pessoas estão hospitalizadas

Três explosões foram registradas na terça-feira (22) em Bruxelas, deixando ao menos 31 mortos e cerca de 340 feridos

Agência Brasil

Foto: AFP
Memorial em homenagem às vítimas dos atentados
Os serviços de Medicina Legal da Bélgica identificaram, até o momento, 24 dos 31 mortos nos atentados de Bruxelas na terça-feira (22), enquanto 101 pessoas feridas permanecem hospitalizadas, informaram neste sábado (26) as autoridades.

As três explosões registradas terça-feira em Bruxelas - duas no Aeroporto Internacional de Zaventem e uma na estação de metrô de Maelbeek, próximo às instituições europeias, no centro da capital - deixaram pelo menos 31 mortos e cerca de 340 feridos, segundo o último balanço provisório.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Até agora, segundo a porta-voz do Ministério Público de Bruxelas, Ine Van Wymersch, foram formalmente identificados 24 mortos.

Entre os feridos, 101 pessoas continuam internadas em hospitais da Bélgica ou da França, das quais 62 estão sob cuidados intensivos, disse um porta-voz do Ministério da Saúde belga.

Entre as 101 vítimas hospitalizadas, 32 sofreram queimaduras graves e estão internadas em unidades especializadas, acrescentou a mesma fonte.


Publicidade