Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 09/03/2016 - 18:30
Última atualização em 09/03/2016 - 18h38

Cientistas criam material mais escuro do mundo

O Vantablack é feito com nanotubos de carbono e engana até espectroscópios, aparelhos que avaliam cores

André Moraes - andre.moraes@gruposinos.com.br

Foto: Divulgação/Surray NanoSystems
Vantablack, o material superescuro criado por empresa inglesa, seria tão preto que até confunde o olho humano
Uma empresa britânica, a Surrey NanoSystems, criada pelos cientistas de um grupo de pesquisa da universidade Surrey, acaba de aperfeiçoar uma substância tão preta que confunde até aparelhos criados para medir cores, os espectroscópios.
O Vantablack, nas palavras da empresa, é um "revestimento superpreto que detém o recorde mundial como substância mais escura feita pelo homem". Foi originalmente desenvolvido para aplicações aeroespaciais, mas tem outros usos também. Conforme seus fabricantes, o Vantablack absorve virtualmente toda a luz incidente. Ele não reflete quase nada de volta. 
Agora, a companhia acabou de aperfeiçoar o material, que é feito de nanotubos de carbono. O Vantablack, segundo seus criadores, é tão escuro que chega a confundir espectroscópios. Talvez com algum exagero, os pesquisadores dizem que o material também confunde o olho humano, que não está preparado para identificar substâncias que não tenham capacidade de refletir luz. Isso o transformaria quase num "buraco". De fato, um dos argumentos de venda do fabricante é que o material "reflete tão pouca luz que é a coisa mais próxima de um buraco negro que jamais veremos". 
PARA ENTENDER
As cores que o olho humano percebe são, na verdade, a luz que cada material refletiu. Um objeto azul, por exemplo, absorve quase todas as cores da luz branca (composta por todas as cores) e reflete de volta apenas o azul. Os objetos brancos refletem toda a luz incidente de volta. Já os pretos absorvem a maior parte da luz que recebem. A diferença do Vantablack é que ele absorve tanta luz que chega a ser difícil de discerni-lo, segundo os fabricantes.

Publicidade