Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Motores
Mercado

RAM 1500 deve chegar em 2017

Pequena nos EUA, grande no Brasil, picape tem 5,81 m e é maior que as picapes médias, como a Ranger
RAM 1500
Menor entre as picapes da marca RAM vendidas nos Estados Unidos, a 1500 desembarca no Brasil no segundo semestre de 2017, somando-se à RAM 2500. O modelo foi exposto pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, atiçando a curiosidade dos fãs.
Com 5,81 m de comprimento, é um pouco menor que a RAM 2500, com seus 6,03 m, mas maior que picapes como a Ford Ranger (5,35 m). Nos EUA, a 1500 concorre com pesos-pesados – a exemplo da Ford F-150. A versão de acabamento exibida no salão brasileiro foi a Laramie, com cabine Crew Cab, a maior disponível. Ao contrário da 2500, porém, a 1500 não exige no País a carteira de habilitação C.
O anúncio de que a 1500 vem para o Brasil foi feito no Salão de Detroit, em janeiro passado. Pelos projetos iniciais, já deveria estar à venda, mas segundo informações de bastidores, ainda há muitos detalhes para acertar no processo de homologação. Um dos principais pontos de discussão seria o motor: a matriz queria trazer o Pentastar V6 3.6 de 291 cv a gasolina, enquanto a filial, mais habituada ao gosto dos brasileiros, insiste no V6 turbodiesel, uma decisão mais acertada. Nos EUA, a 1500 tem preço inicial de US$ 26 mil, mas por aqui dificilmente ficaria abaixo dos R$ 200 mil.
Motor V6 de 243 cv
RAM 1500
O powertrain combina força e refinamento. O motor 3.0 V6 turbodiesel desenvolve 243 cv de potência e 58 kgfm de torque, trabalhando em conjunto com o câmbio automático de oito marchas. A versatilidade de uso é garantida pela tração 4x4 e pela suspensão a ar, que proporciona conforto de rodagem.
Visual imponente
RAM 1500
O design é bastante parecido com o da RAM 2500. A frente é imponente e há cromados por todos os lados: grade, para-choques e parte superior dos espelhos retrovisores. O peso da picape é de 2.549 kg e, sua capacidade de carga, de 750 kg, bem menor que os 1.030 kg da RAM 2500.
Equipamentos
RAM 1500
Linhas do painel são idênticas às da RAM 2500, com diferenças para alguns tons de acabamento. O nível de equipamentos da versão Laramie, com cabine Crew Cab, inclui seis air bags, teto solar, bancos dianteiros com aquecimento e ventilação, sistema de áudio premium (nove alto-falantes e um subwoofer) e chave de presença Keyless Enter-N-Go (abertura das portas, caçamba e ignição sem usar a chave).
RAM 2500 custa R$ 259,9 mil
RAM 2500
Quem não está a fim de esperar a RAM 1500 tem como opção a gigante RAM 2500, que recebeu mudanças na linha 2016, comercializada no Brasil desde dezembro de 2015 em versão única, a Laramie, por R$ 259,9 mil. O motor turbodiesel Cummins 6.7 de 6 cilindros em linha e 24 válvulas gera 330 cv de potência e incríveis 104 kgfm de torque.
2015 Dodge RAM 2500 Laramie
O câmbio é automático de seis marchas. A picape chegou ao Brasil há 10 anos, ainda como Dodge RAM, na versão SLT. A montadora não divulga números mas, para fins comparativos, estima-se que acelere de 0 a 100 km/h em cerca de 10 s, algo próximo de um sedã médio.
A RAM 2500 tem 3.410 kg e Peso Bruto Total (PBT) de 4.536 kg. Pela legislação brasileira, veículos com PBT acima de 3,5 mil kg são considerados caminhões.
Muito espaço a bordo
2015 Dodge RAM 2500 Laramie
O interior, todo revestido em couro, não deixa dúvidas: trata-se de uma típica picape norte-americana. A opção castanho canyon soma-se ao preto. Também inédito é o console central, que engloba a central multimídia Uconnect com tela de 8,4’’, com entradas USB, cartão SD, auxiliar P2 e tomada 12 volts. O enorme porta-objetos dividido em dois compartimentos facilita bastante a vida do motorista, assim como os sensores dianteiros de estacionamento.

Motores

por Adair Santos
abcmotores@gruposinos.com.br

Gasolina na veia - O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet sempre alardeava que nas suas veias não corria hemoglobina, e sim gasolina. Uma anomalia genética que atinge milhões de pessoas no mundo e, pelo jeito, não tem cura. Jornalista há 15 anos, Adair Santos é um desses anormais que literalmente respiram tudo que diz respeito a veículos. Editor do caderno Motores, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, é apaixonado por carros, motos e aviões - ou seja, tudo o que tem motor, exceto a maquininha de obturação do dentista. Motores invade a rede - Os carros recém-lançados, aqueles protótipos bizarros que talvez nunca cheguem às ruas, dicas úteis sobre veículos e testes exclusivos. Além da versão impressa, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, agora as notícias sobre veículos contam com este importantíssimo espaço virtual para serem divulgadas. Não deixe de participar mandando sugestões e, quem sabe, até um flagrante fotográfico de um veículo que ainda está em fase de testes e futuramente vai ser fabricado no Brasil. Eu e minha máquina - Se você tem orgulho da sua máquina, seja ela um carro antigo ou novo, motocicleta, um triciclo ou até bicicleta, envie sua foto. Junto, informe seu nome completo e idade, cidade onde reside, telefone para contato, marca, modelo, ano de fabricação do veículo e desde quando tem ele na garagem. Mas atenção: não vale mandar só a foto do carro ou moto, você também tem que aparecer na imagem. Então, mãos à obra: passe uma cera na lataria, um gel no cabelo e faça o registro fotográfico.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS