Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Patrícia Spindler

Viagem dentro e fora

Leia artigo de Patrícia Spindler
Patrícia Spindler, setembro de 2016Patrícia Spindler é psicóloga
Tenho sempre a necessidade de escrever sobre férias da mesma forma que tenho de usufruí-las. E não poderia ser diferente. Depois de um ano de muitas atividades e compromissos, todos precisam dela! Um povo trabalhador como o nosso precisa descansar o corpo, aliviar a mente, para então se abrir a novas ideias e percepções do mundo, do próprio universo e de si mesmo. Quando se tem a oportunidade de sair de casa e passear por outros lugares, esta sensação pode ser potencializada. Mudar costumes e conhecer um pouco mais deste mundão múltiplo e variado o suficiente para nos surpreender a cada novo passo dado em direção ao desconhecido pode ser revigorante e suficiente para recarregar as baterias.
Porém, é possível enxergar somente aquilo que nos é familiar, que nos conforta e que nos redireciona ao que já conhecemos e ao que já somos. Sem mudar esta forma de olhar que nos permite reparar mais, não é possível ver o que um descanso faz o olho alcançar. Podemos ser turistas na potência elevada, não visitando somente os mesmos pontos das rotas percorridas, mas nos percebendo diferentes durante os quilômetros rodados. Numa viagem ou em um passeio, não importando a distância da nossa casa, pode nos fazer voltar outro. Talvez esta seja uma mudança pouco aparente e não tão visível quanto um bronzeado adquirido, uma nova roupa ou souvenir trazido na mala. É uma bagagem que vai aumentando com o grau de abertura que vem de dentro para fora e que exercitamos durante toda a vida, no cotidiano ou naquele tempo onde apenas sonhamos com as férias, mas estamos mesmo é “matando os leões”. É no dia a dia que praticamos tudo aquilo que se intensifica com mais tempo e em outro ritmo durante o recesso de trabalho.
Férias é investir na saúde física e mental. É qualidade de vida. É prevenir adoecimentos e sofrimentos. É a possibilidade de retomar a jornada tendo revisado o percurso alcançado até ali com a distância necessária para mudar a rota, alterar o sentido ou continuar com mais confiança. Os trabalhadores carecem deste tempo. A produtividade e as relações de todo ambiente de trabalho agradecem.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS