Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Heda Seffrin

Gente educada é outra coisa

Leia artigo de Heda Seffrin
Heda SeffrinHeda Seffrin é apresentadora de TV e consultora de etiqueta e gastronomia
Você sabe o que Gengis Khan e Al Capone tinham em comum?
Péssimas maneiras. Nenhum dos dois fazia questão de se mostrar bem educado. Para os que pensam que não devem perder tempo com boas maneiras, estão enganados. Ora, resmungos podem servir como vozes de comando para as gangues de Chicago, mas não devem ser a linguagem de pessoas educadas.
Bons hábitos melhoram a qualidade de vida da população, como?
A consciência da população e a contribuição de cada indivíduo permitem que suas cidades se tornem mais aprazíveis e mais aconchegantes. Não se jogam papéis, restos de alimentos e outros objetos no chão em locais públicos, procurando sempre colocá-los nas lixeiras ou cestos próprios para isso.
Não se levam cães para fazer as necessidades nos parques, calçadas e postes, principalmente nos vizinhos. Além da falta de educação, podem dar margem a graves conflitos. A higiene e a limpeza de uma cidade são consequência do nível de educação de seus habitantes.
No trânsito, será que vale a pena?
Enquanto medidas mais eficazes não são adotadas, recomenda-se que todos sejam zelosos e prudentes, que tenham boa memória para lembrar que agressões no trânsito não valem a pena. É importante que o motorista e pedestre se respeitem. No trânsito, não basta saber dirigir, é preciso ter consciência cidadã. No mais, dá-se passagem a quem, aparentemente, está com pressa, mas é melhor falar consigo mesmo e desejar: vá com Deus!
Nos cinemas, teatros e salas de concertos: a pontualidade é uma forma de cortesia para com os atores e a plateia. Especialmente em concertos, é inadmissível chegarmos atrasados. Se isto acontecer, permaneçamos de pé ao fundo da sala até o intervalo. O correto seria aguardarmos no foyer.
“As boas maneiras baseiam-se na gentileza e consideração ao próximo.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS