Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Campo Bom

Após concluírem ensino Fundamental, alunos não sabem onde poderão estudar

2ª Coordenadoria Regional de Educação diz que a vaga é garantida aos alunos, mas não a escola em que serão alocados
Estudantes que concluíram o Ensino Fundamental na Escola Municipal Santos Dumont, em Campo Bom, e que foram direcionados à Escola Estadual La Salle, não tiveram a matrícula efetivada mesmo tendo sido feita a inscrição prévia em novembro – período indicado pela Secretaria de Educação (Seduc). De acordo com os pais, a instituição alega que houve uma falha no sistema e que a responsabilidade é da Seduc. 
Já a 2ª Coordenadoria Regional de Educação (2ª CRE) diz que "não houve erro", que devem ser indicadas três opções de escolas no momento da inscrição e que a vaga é garantida aos alunos, mas não a escola em que serão alocados. Ainda segundo nota, a 2ª CRE destaca que "os alunos que se formam na E.M. Santos Dumont concorrem às vagas como os demais inscritos" e que não há "zoneamento para o Ensino Médio." 
"Eu fui no dia 4 de janeiro fazer a matrícula e, para minha surpresa, o nome da minha filha não constava na escola. Foi quando a direção explicou o que houve", conta Elisabete Hipólito. Sem matrícula, a filha de 14 anos não tem a garantia de que ingressará no primeiro ano do Ensino Médio. A mãe conta ainda que a direção indicou que ela buscasse vaga na Escola Estadual Fernando Ferrari, também em Campo Bom. "Não há vagas na Fernando Ferrari. A La Salle disse para ligar de dois em dois dias para ver como fica a situação. Isso é um desrespeito. Não podemos pagar por um erro deles. Enquanto isso, minha filha segue sem ter a certeza de onde e se vai estudar", desabafa. 
De acordo com outra mãe, que vive a mesma situação, a escola faria uma reunião para ver como ficaria a situação dos alunos vindos da Santos Dumont e que não conseguiram vaga. "Éramos para termos a resposta hoje, mas até agora nada nos foi dito. Continuamos sem saber como ficará o ano letivo dos nossos filhos", reclama Cláudia Sanches.
A reportagem do Jornal NH tentou ligar para a escola La Salle, mas não conseguiu contato até as 17h45 de terça-feira (10). 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS