Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Novo Hamburgo

'Se tivesse queda de granizo, teríamos de pedir ajuda', alerta Defesa Civil

Novo coordenador afirma que órgão enfrenta problemas de estrutura e falta de equipamento
Defesa Civil Novo Hamburgo/ Divulgação/ Arquivo
Defesa Civil também atua em casos de chuvarada
Se ocorresse uma enchente ou queda de granizo hoje em Novo Hamburgo, a Defesa Civil não teria como prestar atendimento adequado. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Claudiomiro da Fonseca, são muitos os problemas estruturais que comprometem o serviço no Município. “Temos problemas no prédio, que precisará ter a parte elétrica refeita, estamos apenas com o telefone comercial e, das lonas, temos apenas dois rolos, cada um com 400 metros. Se tivesse uma queda de granizo, por exemplo, teríamos que pedir material ao Corpo de Bombeiros”, admite Fonseca.
Ainda de acordo com Fonseca, a Defesa Civil tem, no momento, apenas um veículo e um barco – que seria emprestado. “Temos apenas um Siena, que é do gabinete da prefeita, ao qual somos vinculados. Ele não tem adesivo da Defesa Civil, mas já estamos providenciando, assim como a compra de uma caminhonete 4x4, com rádio de comunicação. Isso seria algo emergencial, depois queremos solicitar também a compra de outro veículo leve. O barco vou me informar para conversar com o proprietário e pedir a doação formal”, afirma.
No momento, o único telefone da Defesa Civil é o comercial (51) 3587-7863, já que ainda não há telefones de plantão. “Com a troca de gestão, os aparelhos são recolhidos, certamente pelo fim do contrato com as operadoras. É um problema momentâneo. Nos próximos dias já teremos novamente e já solicitamos para que sejam mantidos os mesmo números de antes”, explica Fonseca.
O novo coordenador da Defesa Civil já fez também o encaminhamento para a compra de 1,5 mil telhas, 8 mil metros de lonas, cinco caixas de luvas de procedimento e cinco pares de luvas de vaqueta. “Temos a certeza que as primeiras compras serão para a Defesa Civil. Não tinha nada em estoque”, diz Fonseca.
Efetivo deverá ser ampliado
O efetivo também é uma preocupação de Fonseca. Atualmente, são apenas quatro pessoas trabalhando na Defesa Civil de Novo Hamburgo, um coordenador, um chefe operacional, um agente de defesa civil e uma estagiária. “Este é um projeto que ainda vou encaminhar. Queremos fazer uma reestruturação e criar cargos de agente de Defesa Civil. Entra muito pedido de vistoria, precisamos dar resposta rápida à comunidade”, avalia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS