Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Na região

Só duas das sete ambulâncias entregues por Temer estão em uso

Prefeituras alegam que documentação não está em dia

Reprodução/Facebook/João Gabbardo
Nova frota veio para reforçar atendimento do Samu no Rio Grande do Sul,mas ainda está parada nas cidades da região
Apenas duas, das sete ambulâncias entregues pelo presidente Michel Temer para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de cidades da região, estão rodando. A cerimônia ocorreu dia 9 de janeiro e desde então, 39 dias depois do evento de doação às prefeituras, apenas os veículos de Novo Hamburgo e São Sebastião do Caí foram liberados para atender os pacientes. As outras cinco, quatro no modelo básico e uma avançada, entregues para Canela, Feliz, Gramado, Nova Petrópolis e Taquara continuam com a quilometragem zerada. O que emperra a utilização é a burocracia. Segundo as assessorias dessas prefeituras, ainda não há uma data prevista para deixar em dia a documentação. No entanto, as administrações municipais salientam que o principal motivo para a demora foi a data de publicação no Diário Oficial da União (DOU) do termo de doação dos veículos, que ocorreu somente a partir da última semana do mês de janeiro.

Em Novo Hamburgo, a unidade de suporte avançado já está nas ruas desde o dia 13 de janeiro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel já veio emplacada do Ministério da Saúde. No município de São Sebastião do Caí, a ambulância foi entregue ao Samu em 9 de fevereiro.

Nova base

O Samu de Campo Bom recebeu uma nova base de operação localizada junto ao Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), no bairro Bela Vista. O novo espaço, inaugurado nesta semana, inclui também as duas ambulâncias básicas que executam diariamente o transporte de pacientes que necessitam ser encaminhados para atendimento hospitalar (inclusive em outras cidades). Antes a base ficava junto à Secretaria de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito.

Situação pela região

Canela - O secretário da Saúde de Canela, Jean Spall, por meio da assessoria de imprensa, informou que a ambulância repassada ainda aguarda liberação da documentação junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Segundo o Detran, houve problemas com os documentos, mas o órgão não especificou a dificuldade. Não há previsão de quando ocorrerá a liberação.

Feliz - De acordo com a assessoria de imprensa, ainda falta documentação e finalizar a contratação do seguro. O Samu tem uma ambulância em funcionamento na cidade.

Gramado - Segundo a assessoria de imprensa, a ambulância está emplacada. O pagamento da guia de seguro obrigatório foi realizado junto ao Detran na terça-feira e ela está apta para rodar. No entanto, o termo de doação da ambulância exige a contratação do seguro total, que está em fase de finalização, já com os valores orçados. A prefeitura enfrentou dificuldade de orçamentos do seguro porque nem todas as companhias trabalham com a cobertura de ambulâncias, o que torna o processo mais demorado. No entanto, a assessoria salienta que o Samu tem um veículo em funcionamento e o serviço continua sendo prestado à comunidade. Quando a nova unidade estiver apta a operar, a antiga será encaminhada à Secretaria Municipal de Saúde.

A assessoria esclarece ainda que, quando recebeu a ambulância, a prefeitura de Gramado esbarrou em questões burocráticas para o emplacamento. Segundo a assessoria, a montadora do veículo havia emitido a nota fiscal da ambulância com dados errados, que impediram o emplacamento junto ao Detran. Posteriormente, o Detran não aceitou a nota fiscal eletrônica enviada pela montadora com a correção dos dados.

Nova Petrópolis - O termo de doação do veículo para o município foi publicado no dia 25 de janeiro. Sendo assim, de acordo com a assessoria de imprensa, a prefeitura começou a tomar as providências para o emplacamento no dia seguinte. Na quarta-feira, segundo o Detran, o veículo foi liberado pelo Centro de Registro de Veículos Automotores. A previsão da prefeitura é de que até terça-feira o veículo seja liberado.

Taquara - A prefeitura, através de sua assessoria de imprensa, informa que o veículo ainda não foi emplacado. Também esclarece que o documento emitido pelo Ministério da Saúde é de uma unidade básica, no entanto, o município recebeu uma ambulância avançada. Para dar continuidade aos trâmites, a administração municipal teve que aguardar publicação no Diário Oficial, o que só aconteceu em 3 de fevereiro. Após, foi enviado um documento para a Coordenação Estadual do Samu, que ainda não liberou o veículo.

São Sebastião do Caí - a nova ambulância entrou em funcionamento um mês depois que foi doada, no dia 9 de fevereiro. A prefeitura informou que veículo demorou esse tempo para poder ser utilizado em virtude do atraso do Ministério da Saúde em liberar o termo de doação, necessário para encaminhar a documentação junto ao Detran. O novo veículo deve atender a média de 50 chamados mensais. A antiga, que está com mais de 200 mil quilômetros rodados, está passando por readequações como retirada da identificação do Samu e revisão mecânica para depois ser incorporada à frota da Secretaria Municipal de Saúde.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS