Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
XYZ
Cinema

Suspense Fragmentado lembra Hitchcock

Filme do diretor de O Sexto Sentido traz um homem com múltiplas personalidades, tema que já existia em Psicose

Divulgação/
James McAvoy em cena de Fragmentado, de M. Night Shyamalan
Suspense com toques de terror e uma pitada fantástica, Fragmentado (Split) traz a assinatura de M. Night Shyamalan, de O Sexto Sentido. Três garotas são raptadas e trancafiadas por um homem que descobrem sofrer de múltiplas personalidades. Em um momento, ele pode ser um possível assassino e estuprador, em outro pode assumir a personalidade de uma mulher ou de um menino de 9 anos.

A heroína é uma jovem que já foi vítima de abuso e precisa sobreviver enquanto tenta exorcizar seu passado. Fora do cativeiro, a psiquiatra do agressor tenta aprofundar a psicologia fragmentada de seu paciente, que teria 23 personalidades, talvez 24.

Um dos pontos altos do filme é a interpretação de James McAvoy, o professor Xavier de X-Men: Apocalipse. Cada uma das múltiplas personalidades do raptor é marcada por pequenos detalhes, de sotaques e trejeitos a olhares, e há momentos em que elas se alternam rapidamente. Sem necessariamente ser um grande ator, McAvoy é carismático o bastante para criar um personagem fascinante e manter o interesse do espectador, mesmo em uma história opressiva.

Sinal dos tempos ou da pobreza temática do cinemão, esta é a terceira produção norte-americana recente a trazer mulheres prisioneiras em ambientes claustrofóbicos (no ano passado foram O Quarto de Jack e Rua Cloverfield 10). Claro que Shyamalan sempre consegue ser criativo. Seu cinema é marcado pela imaginação, tanto nos sucessos quanto nos filmes que foram mal, como A Dama na Água. Aqui, também, ele retoma sua admiração por Hitchcock, ao explorar o tema das múltiplas personalidades, presente no clássico Psicose. Outro suspense famoso sobre o assunto era Síndrome de Caim, igualmente de um discípulo de Hitch, Brian de Palma.

Tem surpresinhas. Procure a tradicional ponta do diretor Shyamalan e confira uma alusão direta a um filme anterior.


XYZ

por André Moraes
andre.moraes@gruposinos.com.br

Assim como na tradicional coluna semanal de variedades do jornal ABC Domingo, o XYZ fala de cinema, tevê, quadrinhos, nostalgia e assuntos da cultura pop em geral. Informação e curiosidades com um toque de humor.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS