Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Colorado

Zago: "Não é a equipe ideal para a série B"

Técnico criticou erros de passes mas afirma que time encontrou sua formação

 Zago afirma que achou a formação do InterCompletando dois meses à frente do Internacional, Zago admite que a equipe ainda não está preparada para encarar a série B, mas finalmente encontrou o esquema de jogo para o time: o 4-3-2-1. A declaração foi dada após a vitória contra o São Paulo-RS, por 1 a0 no sábado, em uma partida que o próprio treinador destacou os problemas da equipe, relatando a “sorte” como fator determinante, principalmente no segundo tempo, e afirmou que ainda está longe de ser um time ideal.

“Nós temos que evoluir. É lógico que é uma equipe em evolução ainda. E é por isso que não é a equipe ideal ainda para a série B. Isso é normal em uma equipe que passa por reformulação. Devagar a gente procura dar uma cara nova para ela. Fazem 2 meses que estamos treinando, ainda não é muito tempo. Hoje, no segundo tempo, esperávamos um jogo melhor, mas não levamos gol e mantivemos o resultado até o final, que era nosso objetivo”, explica.

Para o treinador, os erros de passes foram agravantes na atuação do Internacional, prejudicando a defesa e não conseguindo ampliar o placar. “Atingimos nosso objetivo que era entrar na zona de classificação. Isso era importante, que conseguíssemos a vitória. Tivemos um bom primeiro tempo, a equipe do São Paulo não chutou a gol. No segundo tempo, eles tiveram chances em cima de erros de passes nossos. Tivemos mais duaschances para ampliar, mas o importante era o resultado.”

Esquema

O treinador salientou que o esquema tático utilizado ontem deve ser o escolhido para as próximas partidas e que, desde sua estreia no Colorado, o treinador vem buscando na equipe. “Esse é o nosso esquema, até porque ele se encaixa nas características dos jogadores que temos hoje. Nunca escondi que gosto de jogadores velozes pela beirada, não preciso esconder isso, mas o esquema será este até o final Gauchão. Encontramos uma forma de jogar”, destaca, explicando que D’Alessandro deve atuar como volante mais recuado e tendo maior mobilidade para auxiliar no ataque. O novo esquema volta a teste na quarta contra o Ypiranga.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS