Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Susto

Mulher sofre queimaduras na explosão de fones de ouvido em voo

Caso aconteceu em fevereiro em uma viagem entre Pequim e Melbourne, na Austrália

Uma mulher sofreu queimaduras no rosto e nas mãos após a explosão de seus fones de ouvido durante um voo, anunciaram nesta quarta-feira (15) as autoridades australianas, que advertiram para o risco de usar aparelhos com bateria em aviões.

O incidente ocorreu no dia 19 de fevereiro em um voo entre Pequim e Melbourne.

"Quando me virei, senti as queimaduras em meu rosto", disse a vítima ao Escritório Australiano de Segurança no Transporte (ATSB), que está investigando o caso. "Havia faíscas e um pouco de fogo", acrescentou a mulher.

A tripulação correu para socorrê-la, jogando água nos fones de ouvido. A bateria e sua capa de proteção se fundiram e foram encontradas coladas no chão. "As pessoas se sentiram asfixiadas e tossiram durante o resto do voo" por culpa do cheiro de plástico queimado, junto a componentes eletrônicos e cabelo, disse.

A vítima ficou com o rosto e o pescoço enegrecidos e com bolhas nas mãos.

O escritório de segurança dos voos, que não identificou a companhia, nem a vítima, disse que provavelmente o incidente foi provocado pelas baterias de lítio do dispositivo.

"Com os produtos que utilizam baterias cada vez maiores, os riscos de incidentes nos voos aumentam", disse a ATSB, acrescentando que este tipo de dispositivo deve ser armazenado de forma segura se não estiver sendo utilizado.

Baterias de substituição devem ser transportadas na mala de mão, e não despachadas, acrescentou.

No ano passado, várias companhias aéreas proibiram o transporte na cabine do telefone Samsung Galaxy Note 7 depois de vários casos de explosão de bateria.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS