Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Marcos Schmidt

A voz das crianças

Leia artigo de Marcos Schmidt

Pastor Marcos Schmidt Marcos Schmidt é pastor luterano

marcos.ielb@gmail.com

Vem chamando a atenção no The Voice Kids o agradecimento dos participantes com a frase “eu agradeço primeiramente a Deus...”. Mas isto não deveria surpreender, a fé das crianças. Davi já disse no Salmo 8 que “o louvor dado a Deus chega até o céu e é cantado pelas crianças e pelas criancinhas de colo”. Se há três mil anos as crianças já encantavam o rei através das canções de louvor a Deus, hoje elas continuam nos emocionando e nos ensinando que tudo se deve primeiro a Deus. É o testemunho delas que chega até o céu, e que também invade o coração de Deus. Basta lembrar as palavras de Jesus, que “quem não receber o Reino de Deus como uma criança nunca entrará nele” (Marcos 10.15). Disse isto depois de passar um pito nos discípulos que mandaram as crianças deixá-lo em paz, pensando que elas estavam incomodando. Diz o evangelista que depois Jesus abraçou a gurizada e os abençoou. O que deixa Jesus incomodado é quando elas não são levadas até ele, pois a bênção dele, as coisas boas, dependem dos bons ensinamentos dos pais, especialmente a educação religiosa de buscar em primeiro lugar o reino e a vontade de Deus (Mateus 6.33).

Isto se percebe no The Voice Kids. Elas sabem cantar porque os pais ou alguém da família incentivaram. O gauchinho Thomas ganhou uma gaitinha aos três anos de idade, sem este presente e estímulo, nem ele e outras crianças aprenderiam a música. É um talento que vem de Deus, mas que pode, conforme a parábola de Jesus, ser enterrado. “Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele” (Provérbios 22.6). Se hoje as crianças e os jovens estão fazendo tanta coisa errada, os culpados somos nós, gente grande. Queremos dar tudo a eles, mas esquecemos de ensinar o caminho, a verdade e a vida (João 14.6).

Outro enorme aprendizado nesta competição das vozes infantis vem dos jurados quando consolam os perdedores dizendo que isto faz parte da vida. Quanto mais cedo as crianças souberem que o mundo é desafinado e que para ganhar é preciso perder, a vida delas sempre será uma bela canção que chega até o céu.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS