Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Medo

Casarão abandonado no bairro Rondônia causa insegurança a moradores

A obra inacabada de dois pisos fica no cruzamento das ruas João Pedro Schmidt e Carlos Lanzer

Débora Ertel/GES-Especial
Segundo moradores, situação do casarão abandonado no Rondônia se arrasta por mais de oito anos
Um casarão abandonado no bairro Rondônia, em Novo Hamburgo, tem sido motivo de preocupação para os moradores. A obra inacabada de dois pisos fica no cruzamento das ruas João Pedro Schmidt e Carlos Lanzer e diariamente é invadida por vândalos, usuários de drogas e curiosos, que sobem no telhado do imóvel para apreciar a vista. De acordo com os moradores, a situação está assim há pelo menos oito anos e vem piorando nos últimos tempos.

Na semana passada, dois carros em situação de furto foram abandonados diante do terreno. O lugar fica próximo ao quartel da Brigada Militar (BM). Conforme a assessoria de imprensa do Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Vale do Rio dos Sinos (CRPO/VRS), foram atendidas no último bimestre uma ocorrência de dano, duas contra patrimônio, uma de roubo a pedestre e um furto de celular nas proximidades do local, que às vezes é utilizado por consumidores de drogas. De acordo com a BM, são realizados patrulhamento, com abordagens qualificadas de suspeitos e atendimento de despachos de ocorrência aos moldes do que ocorre em todo o município. Ainda segundo a BM, a solução para o problema envolve a manutenção do imóvel pelo proprietário e de ações sociais na remoção e suporte aos indivíduos em situação de drogadição e vulnerabilidade.

Já a assessoria de imprensa da Prefeitura informa que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) está ciente da situação e irá notificar o proprietário. O caso será encaminhado à Procuradoria Geral do Município (PGM), para tomar as medidas legais cabíveis.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS