Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Violência doméstica

Sertanejo Victor Chaves é indiciado por suspeita de agressão contra a mulher

Poliana Bagatini Chaves registrou queixa contra o marido no dia 24 de fevereiro

Divulgação
Victor, da dupla Victor &Léo, é acusado pela mulher de agressão
O cantor sertanejo Victor Chaves, da dupla Victor & Léo, foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais suspeito de ter agredido a mulher, Poliana Bagatini Chaves, que está grávida.

Segundo o G1, a conclusão do inquérito foi divulgada nesta terça-feira (4). Após a denúncia  vir à tona, Victor foi afastado do programa The Voice Kids, da TV Globo.

"A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima", publicou o site. 

A queixa contra o cantor foi registrada no dia 24 de fevereiro. Victor negou a agressão em depoimento à polícia.

A assessoria de imprensa do cantor ainda não emitiu posicionamento, já o advogado Felipe Martins disse ao G1 que ainda não teve acesso à conclusão da investigação. 

A delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, aguardava as imagens das câmeras de monitoramento do prédio para concluir o inquérito. "Segundo a versão da vítima, ele empurrou a mesma ao chão e desferiu alguns chutes no elevador”, segundo a delegada informou ao site.

O exame de corpo de delito não apontou lesões aparentes, mas o resultado não descarta a possibilidade de a agressão não ter deixado marcas. Segundo o depoimento de Victor, um dia antes do caso, houve desentendimento familiar devido ao fato de ele ter levado a filha para o apartamento da mãe dele, que fica no mesmo prédio.

“Segundo o investigado, para contê-la pelo fato de ele estar muito preocupado de ela sair naquele estado e levar a bebezinha de um ano e um mês, ele teve que contê-la para evitar um prejuízo maior para a filhinha. Segundo ele, ele não agrediu a vítima. Segundo ele, ele não chutou a perna da vítima, não empurrou a vítima ao chão”, disse a delegada ao site.

Poliana também havia citado que a causa do desentendimento teria sido o fato de o marido ter levado a criança na casa da sogra.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS