Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Aurélio Decker

O mosquito bate palmas, exulta!

Leia artigo de Aurélio Decker

Aurélio DeckerAurélio Decker é jornalista

aureliodecker@sinos.net

Entra ano e sai ano, entra prefeito e sai prefeito, mas os problemas permanecem. Agora, entrou uma prefeita e ela diz que vai resolver: liguei o marcador pra saber em quanto tempo a solução vai aparecer: tic tac, tic tac, tic tac!

Moradores são obrigados a permitir a fiscalização de agentes da dengue, a saúde pública depende da participação de todos. Nada de água em fundos de vasos, tem que ser areia. E é por aí que a coisa vai. Mas edifícios tipo este aí da foto, há mais de duas décadas abandonado, é um paraíso de proliferação do mosquito que transmite a dengue, dos tantos prédios abandonados. Sem falar que é dormitório e até esconderijo de marginais. A prefeita determinou a identificação do responsável legal do edifício, que terá um prazo pra limpar tudo, em todos os pavimentos e no terreno. Senão, a Prefeitura fará o serviço e lançará a conta no IPTU. Não fazer isto é debochar – como tem acontecido há décadas – da população, que é ameaçada a cumprir normas, mas é, ao mesmo tempo, obrigada a conviver com a doença ali na frente, sob a desculpa de que é prédio particular, em discussão judicial. Pro mosquito isto nada significa, ele deve dar risadas da nossa desculpa furada. Tic tac!

Rua Lelo


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS