Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Eugenio Paes Amorim

Greve pelos nossos direitos?

"Vejam leitores: os mesmos que apoiaram a quebradeira do País agora impõem uma greve geral"

Eugenio AmorimEugenio Amorim é promotor de Justiça

epa1966@hotmail.com

Senhores leitores: não domino a matéria previdenciária e trabalhista. Mas não duvido que, assim como na Lei de Vingança dos Bandidos – chamada de lei do abuso de autoridade –, os senhores parlamentares tenham feito algo prejudicial à sociedade. Todavia, é preciso dizer que o PT, seus puxadinhos e o contexto sindical vampirista conseguiram, ao longo dos últimos dois governos e meio, ampliar, aperfeiçoar e institucionalizar um grande esquema de corrupção, tudo sob a batuta de Luís Inácio – o chefe da quadrilha – e que tal esquema, associado a administrações desastrosas, com pouquíssima gestão, muito paternalismo e muita politicagem, levou o País à quebradeira.

Quebrado o País, o PMDB, seus puxadinhos e compadres (PSDB-DEM-PP e outros), no intuito de fazer caixa para administrar o País quebrado, e sem disposição para a mexer nos gastos públicos, especialmente o cabide de empregos e a mordomia de todas as ordens, decidiram fazer o trabalhador pagar a conta. Isso justificaria a greve e manifestções se elas não fossem impostas exatamente pelos doutrinados que seguiam os quebradores do País.

Difícil entender que, quando as notícias de corrupção no governo pipocavam, estes mesmos “patriotas”, jamais foram com bandeiras para as ruas, senão para defenderem seus ladrões e atacarem juízes, procuradores e policiais que pretendem limpar este País. Coerentemente com isso, inclusive, eles não protestam, e, pelo contrário, até apoiam a provação da vingança de Calheiros, Requião e comparsas, na chamada Lei de Abuso de Autoridade. Como o objetivo desta lei é punir Moro, Deltan e os demais vassoureiros desta nação corrupta, que mexem com seus corruptos de estimação, tal legislação, extremamente danosa, que pode comprometer a operação Lava-Jato, não está em pauta. Muito interessante...

Vejam leitores: os mesmos que apoiaram a quebradeira do País pela corrupção e má administração, agora impõem uma greve geral. E usam, naturalmente, dos mesmos métodos de sempre: boqueio de vias, piquetes, intimidação. E as bandeiras? Ah, sim! As bandeiras são vermelhas e não verde-amarelas! Não nos deixemos enganar! Esta greve foi organizada ilegitimamente, por quem tem culpa na origem das reformas, e sua real finalidade é demonstrar a força dos defensores de Lula e cupinchas, em épocas em que o rapaz está prestes a ir para o fundo da cadeia – ainda que tarde, com o fito de ameaçar as instituições.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS