Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Cheia

Enchente deixa 500 residências submersas e 2,1 mil pessoas fora de casa em Alegrete

Bairros mais afetados são Macedo, Vila Nova, Santo Antônio, Vila Isabel, Canudos, Promorar, Ibirapuitã, Medianeira e São João

Prefeitura de Alegrete/Divulgação
Enchente deixou muitas casas alagadas
A enchente do Rio Ibirapuitã, em Alegrete, deixou 500 residências submersas e mais de 2 mil pessoas fora de casa na cidade. Segundo a prefeitura, cerca de 200 pessoas estão trabalhando voluntariamente para ajudar as vítimas. Das 2,1 mil pessoas afetadas, 500 estão desabrigadas e alojadas no Ginásio Osvaldo Aranha, na Escola Eurípedes Brasil Milano e no Instituto Rural Metodista Alegrete (IRMA), localizado na Vila Nova. 1,6 mil estão desalojadas e foram deslocadas para as casas de familiares, amigos e igrejas - ou optaram por ficar em barracas.

A Defesa Civil da cidade presta auxílio com oito caminhões e 10 carros da prefeitura, além de 10 caminhões de unidades do exército e duas embarcações. São 57 militares divididos em onze equipes e o Centro de Operações. Os bairros mais afetados são Macedo, Vila Nova, Santo Antônio, Vila Isabel, Canudos, Promorar, Ibirapuitã, Medianeira e São João. Às 14 horas deste sábado, o nível do rio estava em 11m52 e começava a baixar lentamente.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS