Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Livros

Precisando de leitura? É só escolher e levar

Iniciativas por toda a cidade distribuem livros de graça

Misael Lima/GES-Especial
Livros no mercado Tapes
Às vezes bate aquela vontade de ler um bom livro, mas quando a gente abre a carteira ela acaba não colaborando. Mas não é por isso que você precisa deixar de ler. Iniciativas por toda a cidade têm mobilizado leitores ávidos a distribuírem leitura gratuita e sem compromisso a quem bem entender.

Exatamente isso que você leu: livros, de graça e sem compromisso!

É difícil catalogar todos os pontos, já que muita gente, por conta própria, acaba disponibilizando espaços para que a própria comunidade abasteça locais dedicados a oferecer leitura a quem estiver passando. Por isso, separamos cinco pontos em Novo Hamburgo onde você pode encontrar uma grande variedade de livros e também colaborar, deixando o seu exemplar.

Sucesso

Entre os locais escolhidos, uma prateleira que fica em frente à Fruteira Frutos da Terra, no bairro Ideal, com os dizeres “Livro, vá para onde o acaso te leve”. A proprietária, Claudia Lamb, comenta que a comunidade tem apoiado e colaborado com o acervo. “As pessoas adoraram a iniciativa. Elas veem e perguntam o que precisa ser feito para pegar algum livro. Explico que é só escolher e levar. E muitas delas trazem os livros de volta depois de ler ou trazem novos livros para que outras pessoas possam aproveitar a leitura também. Tem sido uma experiência muito boa”, comenta a empresária.

Mais de 600 livros em dois anos

Responsável pela instalação de dois locais de trocas em Novo Hamburgo, o vereador Issur Koch afirma que a iniciativa já distribuiu, em dois anos, mais de 600 livros. “Começamos com a ideia de levar os livros todas as sextas no Paradão, mas acabamos montando essas prateleiras. O objetivo é fazer esse livro circular, tirá-los do pó e motivar as pessoas que pegam esses livros a ler e trazer outros livros. Espalhar essa cultura”, comenta.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS