Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Tensão

Chefe da ONU condena Coreia do Norte após lançamento de míssil

Este é o segundo lançamento de míssil pelo país em duas semanas

AFP
Míssil coloca a comunidade internacional em alerta
O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, condenou nesta segunda-feira (15) a Coreia do Norte pelo lançamento de mais um míssil balístico e convocou a cidade de Pyongyang a se submeter a uma desnuclearização. "Esta ação viola as resoluções do Conselho de Segurança e ameaça a paz e a segurança na região", disse Guterres através de um comunicado de seu porta-voz. O chefe da ONU pediu à Coreia do Norte para "assegurar o cumprimento integral das suas obrigações internacionais e voltar para o caminho da desnuclearização".

Testes

A Coreia do Norte anunciou no último domingo (14) ter testado com sucesso um novo tipo de míssil que seria capaz de transportar uma "ogiva poderosa" e alcançar bases americanas no Pacífico. Este é o segundo lançamento de míssil pelo país em duas semanas e o primeiro desde que o presidente Moon Jae-In chegou ao poder na Coreia do Sul.

As resoluções da ONU proíbem a Coreia do Norte de desenvolver tecnologia nuclear e de mísseis balísticos. O Conselho de Segurança deve se reunir na próxima terça-feira (16) para discutir a questão da Coreia do Norte, enquanto os Estados Unidos pressionam a comunidade internacional por medidas mais duras.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS