Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Série D

Classificação é complicada, mas Noia está otimista

Técnico Ben Hur Pereira projeta confronto decisivo contra o São Bernardo, no domingo

Inézio Machado/GES
Ben Hur Pereira já pensa na estratégia para o último jogo da fase classificatória
A realidade do campeão gaúcho 2017 na Série D do Campeonato Brasileiro é problemática por falta de planejamento. No final do ano, o Novo Hamburgo deu prioridade ao Gauchão, investiu numa pré-temporada longa, mas não “lembrou” que a quarta divisão começaria logo após o Estadual. E como o título gaúcho não estava inicialmente no horizonte, perdeu dez jogadores titulares no fim do Gauchão, precisou montar uma equipe e contratar uma nova comissão técnica. Nesta quarta-feira, faz um mês da estreia anilada na Série D, e o resumo da história é que apesar das dificuldades, o Noia segue vivo e otimista em busca da classificação. As chances são pequenas, pois não depende mais apenas de si.

O jogo que deu vida ao Noia foi o empate de Inter de Lages-SC e São Bernardo-SP na segunda-feira. E será contra o time paulista, fora de casa, no domingo, que os anilados precisarão fazer sua parte e vencer. Terão que secar ainda os catarinenses contra o Foz do Iguaçu, e também torcer por resultados paralelos de outros grupos em que os segundos colocados estejam em piores situações, pois apenas 15 clubes em segundo lugar se classificam nas 17 chaves.

Nesta terça-feira, o Noia teve a baixa do zagueiro Léo Carioca, que acertou com o Náutico, do ex-treinador anilado Beto Campos. E para falar do desafio final na Série D, o atual técnico do Noia, Ben Hur Pereira, concedeu entrevista exclusiva.

ENTREVISTA BEN HUR PEREIRA

Acompanhou o jogo do Inter de Lages e São Bernardo na segunda-feira?

Acompanhei o placar a cada 15 minutos. Não queria olhar, estava ansioso.

Com o empate desses adversários o Noia vive na Série D. Como encarar esse último jogo da fase classificatória contra o São Bernardo?

Para nós, depois de tudo que passamos no campeonato, temos que nos preocupar em nós vencermos. Estamos nos preocupando com o adversário e nós não estamos vencendo. Na minha opinião, poderíamos ter ganhado qualquer um desses jogos (do grupo A16), ou empatando os que perdemos, pois daria mais chances de classificação. Não fizemos a nossa parte ainda. Não estamos aproveitando as oportunidades.

O que é preciso apresentar na última partida para tentar classificar?

Tentar evoluir. Foi uma equipe que se juntou há pouco tempo, a cada treino e cada jogo vai tendo a evolução. Você vai tendo uma noção de quem tem na mão, do atleta que pode contar. Devemos ter algumas baixas. Vou mudar e colocar quem tenho disponível. O Dê (volante que veio do futebol de Malta) vai ser feita a liberação, vou ganhar um reforço no meio-campo. Vou perder uns atletas de frente. Jajá está com dor, mas ainda é prematuro. Lucas Santos estou torcendo que volte. O Kanu dificilmente joga. Alguma coisa eu vou ter que mudar. Defensivamente estamos bem, mas temos condições de ganhar. Se vai classificar vai depender, mas nos deram vida. Na bola tudo é possível. Quem tem condições de ir para a decisão vai. Cabe a nós avaliarmos. Hoje temos o Léo Carioca fora. Vamos levar só quem tiver 100%. Vai quem está em condições. Se for menino do time júnior, é uma oportunidade.

Como você vê o planejamento para a Série D? E você está otimista quanto à classificação?

Em relação à Série D, nesse primeiro momento, temos que entender que o clube se focou na final do Gauchão e deu certo, foi campeão. Não se sabia do investimento que viria e não se pode comparar um Gauchão com Série D. Não tínhamos tempo de uma pré-temporada, trabalhamos em cinco dias para estrear. A direção teve a coragem e precisava jogar, porque tem a Copa do Brasil e a Série D, ou até a Série C ano que vem, vamos acreditar. Mas tudo ocorreu dentro das possibilidade. Temos chance, é meio apertado, mas é aguardar. Pode dar, acredito sempre. Os jogadores acreditam também.

ANILADAS

O Noia é o terceiro colocado do grupo A16 da Série D, com 5 pontos. O líder da chave é o São Bernardo, com 10 pontos; o vice-líder é o Inter de Lages-SC, com 7 pontos; e o 4º colocado é o Foz do Iguaçu, que também tem 5 pontos. 

O elenco anilado recebeu folga nesta terça-feira, mas retorna aos trabalhos nesta quarta-feira em dois turnos. O time trabalha pela manhã, a partir das 9h30, e à tarde, às 15 horas.


PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS