Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Novo Hamburgo

Apagado, Noia perde para o São Bernardo e deixa a Série D

Equipe levou dois gols no primeiro tempo, teve jogador expulso e não conseguiu reverter o prejuízo

Juarez Martins/Divulgação
Noia perde para o São Bernardo e é eliminado

Não teve jeito para o Nóia. Uma equipe completamente diferente daquela que venceu o Inter na final do Gauchão, menos de dois meses antes, deixou ontem o sonho de seguir disputando a série D, finalizando sua campanha como o lanterna de seu grupo, com 5 pontos e uma derrota amarga em São Bernardo do Campo, contra o time da casa. A missão do Novo Hamburgo não era fácil: precisava vencer o São Bernardo e torcer para que o Inter de Lages fosse derrotado. Mas não conseguiu sequer fazer a sua parte.

 O Nóia até tentou. Entrou motivado em campo na busca pelo resultado. O começo do primeiro tempo foi de pressão da equipe hamburguense. O gol parecia ser apenas uma questão de tempo para os gaúchos. O São Bernardo estava recuado e o Nóia ia para frente criando jogadas. Enquanto o Inter de Lages ia sendo derrotado na partida paralela, o Novo Hamburgo acabou falhando e no ataque do São Bernardo, Vinicius recebeu e encheu o canto esquerdo do gol anilado: 1 a 0 para a equipe da casa. O gol desestabilizou o Nóia e precisou pouco menos de 5 minutos para o São Bernardo ampliar o placar com Thiago César, que aproveitou falta para marcar: 2 a 0.

O nervosismo começou a afetar os jogadores do Novo Hamburgo e, em falta desnecessária, Alberto levou vermelho aos 31 minutos. Preto se envolveu em discussão e acabou levando um amarelo.

O segundo tempo não melhorou a situação do Nóia. Mesmo pressionando e com mudanças na equipe, o São Bernardo manteve o resultado e não abriu espaço para o Novo Hamburgo atacar. As poucas chances dos gaúchos sequer ofereceram perigo real para a equipe paulista.

 Lá no finalzinho do jogo o Novo Hamburgo ainda tentou reagir. Preto tocou para Marcão que encheu o pé e descontou para o Nóia. A equipe foi para o ataque nos últimos minutos para tentar o gol do empate, mas a reação veio tarde demais e o Novo Hamburgo deu adeus à série D.

Atropelados

 A saída de campo foi de decepção para os jogadores. O autor do gol do Nóia Marcão destacou o trabalho da equipe e lamentou a falha no começo da partida. “Acabamos tomando dois gols e isso desanima o grupo. Conseguimos o golzinho no final do jogo mas não adiantou mais.”

 Para o técnico Ben Hur Pereira, o resultado negativo foi uma série de problemas que começaram no momento em que a equipe foi montada e, na partida, que passou por uma falta de organização. “Na verdade, nós até começamos bem o jogo, tomamos o gol numa falha. Sabíamos que era um time rápido e de qualidade. Tínhamos que parar eles antes do lance. Mas o jogador passou por três. Quando fizemos a falta foi na hora errada. Nos organizamos no intervalo e melhoramos no segundo tempo. Infelizmente foi tudo meio atropelado e não conseguimos montar um time forte”, comentou o técnico.

Ele ainda comentou a expulsão de Alberto. “O jogador tem que se esforçar muito e eu errei. Vi que o jogador estava desequilibrado depois do gol, não tive tempo de fazer a troca. Mas às vezes temos que escolher melhor a equipe, alguns são afetados na pressão. E isso afetou o jogo.”


PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS