Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

BAH!rulho
Lançamento

Com TMJNT, seu segundo EP, Supervão quer ampliar os horizontes

Segundo trabalho da banda leopoldense chega com ainda mais personalidade

Ana Paula da Cunha/Divulgação
A Supervão é Ricardo Giacomoni, Leonardo Serafini e Mario Arruda
Depois de rodar por festivais e palcos da região e do Brasil, como o Festival Bananada, em Goiânia, com o seu primeiro EP, Lua Degradê (2016), a banda Supervão lançou na semana passada o segundo trabalho. TMJNT, o novo EP do trio de São Leopoldo, conta com cinco faixas que seguem a linha "technopunk, eletroindie, neu tropicália e vapor rave" que a própria Supervão aponta como influências. Mario Arruda, Leonardo Serafini e Ricardo Giacomoni lançaram o novo disco em uma parceria entre os selos Lezma Records, comandado por Serafini e Arruda, e Honey Bomb Records.

Cheio de personalidade, TMJNT está sendo muito bem recebido e já está abrindo novos caminhos e horizontes para os caras, que têm shows agendados para o dia 3 de agosto, no Oculto Pub, em Porto Alegre, 10 de agosto, no Estúdio Lâmina, em São Paulo e dia 11 de agosto, na casa de shows Breve, também em São Paulo. O Bah!rulho bateu um papo com o Mario Arruda e Leonardo Serafini para saber um pouco mais sobre o novo trabalho, que chega ainda mais psicodélico que o primeiro e com maior presença dos sintetizadores. Dá uma conferida na entrevista e aperta o play ali embaixo pra escutar o "tamo junto". Se liga aí:

Vocês ficaram satisfeitos com o resultado final do TMJNT?

Mario - Totalmente. A cada disco a gente vai aprendendo alguma coisa, é massa. Nesse eu me senti mais à vontade, acho. Mas quando lançamos, me deu um sentimento de estranheza, não sabia mais o que pensar, não tava entendendo mais nada. Agora eu já to mais suave de novo (risos).

Léo - Eu fiquei bem feliz com o resultado final. Mas não usaria a palavra satisfeito, porque esse EP despertou ainda mais a vontade de continuar entrando nessa musicalidade que encontramos. Satisfeito, mas muito curioso para ver o que pode acontecer com essas músicas.

Quais as principais diferenças e semelhanças deste para o primeiro EP da Supervão?

Léo - Uma das principais diferenças entre os EP's é que TMJNT criamos as músicas enquanto estávamos fazendo os shows de divulgação do primeiro EP. Então os ambientes de dança nos influenciaram muito nas composições, juntamente com as apresentações live. A semelhança é que assim como no primeiro, experimentamos e misturamos o maior número de coisas que conseguimos ao mesmo tempo.

A recepção está sendo bem positiva, isso é importante pra vocês?

Mario - Tá? Eu pilho que escutem. Se gostarem então, vish, tá ótimo demais.

Léo - Com certeza é importante. Cada lançamento é um momento de agradecer por todos que nos apoiam de alguma forma, nos influenciando, trabalhando em coletivo e colando nos rolês.

Vocês estão tocando bastante, inclusive em festivais como o Bananada, um dos mais importantes do País. Como veem o momento da banda?

Mario - Acho que estamos fazendo tudo que a gente sempre pilhou. Pra mim, a gente já passou de tudo que eu imaginei que conseguiria na música. O que vier é diversão agora, tô muito feliz.

Léo - Ainda é um momento inicial. Criando os primeiros contatos e agora estamos buscando se relacionar com o maior número de pessoas e artistas possíveis.

O que se pode esperar dos próximos passos da Supervão?

Mario - Vem um disco. Mas antes uns dois clipes (ou três?). E eu quero tocar live, fazer umas rave no meio dos shows agora que aprendi a controlar melhor os equipamentos (risos).

Léo - Levar esse EP para o maior número de cidades do Brasil. Para nós, um dos momentos mais especiais que já passamos como banda foi se apresentar em festivais de música independente e cidades que nunca tínhamos ido. Em agosto vamos novamente para São Paulo fazer o lançamento e estamos em busca de outras regiões também para circular.


BAH!rulho

por André Heck
andre.heck@gruposinos.com.br

Rock, pop, alternativo, hip hop... enfim, música. Essa é proposta do Bah!rulho, editado pelo jornalista André Heck. Um apanhado geral do que rola nos palcos e discos mundo afora, com informação e opinião, tudo em volume muito alto.

PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS