Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Animalescas

Cães idosos e com deficiência buscam um lar na região

No canil de São Leopoldo, são mais de 300 animais mantidos no local

Carolina Zeni/GES-Especial
Anderson Ribeiro diz que todas as deficiências são suportáveis destes cães que aguardam por um lar cheio de amor
Sob qualquer circunstância, adotar é um gesto de grandeza e de extrema responsabilidade. Ato, inclusive, capaz de mudar a vidinha daquele animal pra sempre e a nossa também. Sempre serão gratos por isso, seja com um abanar de rabos ou lambidas. Contudo, na maioria das vezes, os adotantes preferem os filhotes. E a situação não é diferente no Canil Municipal de São Leopoldo. Atualmente são mais de 300 animais mantidos no local. Muitos deles têm algum tipo de deficiência ou são idosos e, justamente por essas características não são adotados.

Eles, assim como qualquer outro, precisam muito de um lar e são tão carinhosos e companheiros como qualquer outro. “Não há nada melhor do que poder, nem que seja pelos últimos anos de vida do bichinho, dar qualidade de vida, carinho, amor e uma família para ele. Sem dúvida vão ser os melhores anos se sua vida”, confirmou o titular da secretaria de Proteção Animal de São Leopoldo, Anderson Ribeiro.

Qualidade de vida fora do canil

Segundo o titular da secretaria de Proteção Animal de São Leopoldo, Anderson Ribeiro, todas as deficiências são suportáveis destes cães que aguardam por um lar cheio de amor. “Da mesma forma que eles vivem no Canil podem viver na casa de alguém. Então talvez por algum preconceito ou medo de adotar algum cão com alguma necessidade especial as pessoas acabam não adotando”, justifica. “Mas é mera fantasia. Se eles convivem aqui no canil e vivem é porque eles podem viver em outro lugar e com uma qualidade de vida bem melhor. 

Adoção especial

Carolina Zeni/GES-Especial
Princesa é uma labradora extremamente dócil e querida
Princesa é uma labradora extremamente dócil e querida que foi encontrada abandonada na Vila Brás, em São Leopoldo. Já no canil, recebeu a visita de André Machado da Silva, 35 anos, que não se conteve com seu charme e doçura. Ele já procurava por um cãozinho, a fim de trazer mais alegria para a casa e então se apaixonou pela Princesa. “Eu mal cheguei perto dela e ela já estava me dando a patinha. Senti um carinho tão grande que parecia que eu conhecia ela”, relembra.

E o amor foi tão grande, que Silva pouco se importou que a cadelinha têm câncer e provavelmente terá poucos anos de vida. “O mais importante agora é que ela tem uma família que ama ela e vai cuidar dela até o último dia”, complementou ele, que desde pequeno tinha o hábito de pegar cães de rua que mais precisavam de ajuda. 


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS