Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Carência

Um único computador é utilizado por 80 crianças em lar de Campo Bom

Faltam máquinas para atividades na instituição que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade física, social e emocional

Bianca Dilly/GES-Especial
Telmo Camargo, diretor da associação
Com a atual Era da internet, estar conectado à rede por horas e horas já passou a ser algo natural no cotidiano da maioria das pessoas. Conforme a 28ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), hoje há quatro computadores para cada cinco habitantes brasileiros. Mesmo assim, não é isso que acontece em todos os lugares. A realidade do Lar Colmeia, do bairro Imigrante, em Campo Bom, é de apenas um computador para cerca de 80 crianças.

A instituição atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade física, social e emocional, das comarcas de Campo Bom, Novo Hamburgo e outros municípios. Eles são encaminhados e assistidos pelo Poder Judiciário. “Funcionamos no sistema de casas-lares e temos vários espaços dentro da instituição para as crianças participarem de atividades de lazer, esporte e demais tarefas. Gostaríamos muito de, entre as coisas que proporcionamos, poder fornecer o conhecimento básico de internet e computadores. Mas com um computador só isso não é possível”, lamenta o diretor da associação, Telmo Camargo.

O número de dez máquinas com boas condições de uso e atualizadas é o sonho de Camargo. “Queremos que eles aprendam a usar o computador com sabedoria, para ter um crescimento intelectual e para que não se sintam diferente dos outros. Diariamente, eles poderiam usar os equipamentos para pesquisas e trabalhos escolares, além da realização de oficinas e para a utilização como diversão, na companhia de um adulto”, diz.

Oficinas

Além da falta das máquinas, o Lar também está sem as aulas de computação, por ausência de voluntários e professores qualificados. “A ideia é de realizarmos oficinas semanais, com as crianças divididas em grupos e em horário comercial. Já fazíamos as oficinas, mas por esses dois motivos tivemos que parar”, acrescenta o diretor.

Doação

Para quem desejar contribuir com alguma doação para o Lar, é possível agendar atendimento para conversar com os colaboradores e conhecer a instituição. O telefone de contato do diretor Camargo é o número (51) 98468-3215. O projeto do Colmeia também está disponível no site da instituição


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS