Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Em sete meses

Só em 2017, Novo Hamburgo tem ao menos quatro mortes provocadas por motoristas bêbados

Último caso foi na noite desta quinta-feira (20) em Hamburgo Velho

Paulo César Silva/Paulo César Silva/Especial
Motorista do Honda Fit estava embriagada, segundo a Polícia
Desde o início do ano, a combinação álcool e direção provocou ao menos quatro mortes no trânsito de Novo Hamburgo. Os graves acidentes aconteceram em vias movimentadas, dentro da cidade e com veículos conduzidos por motoristas em alta velocidade e embriagados. 

O último caso aconteceu na noite desta quinta-feira (20), em Hamburgo Velho, quando uma motorista alcoolizada atingiu três veículos, antes de colidir contra um Volkswagen Gol em que estava Flávia do Carmo Marques de Lima. A jovem de 26 anos morreu no local do acidente. A condutora que provocou o acidente foi presa em flagrante. Ela deve ser transferida para o presídio ainda nesta sexta-feira. 

O Honda Fit em que a motorista bêbada estava seguia em alta velocidade pela Avenida Victor Hugo Kunz pouco antes do cruzamento com a Rua Marques de Souza quando atingiu pelo menos três carros e depois chocou-se contra o Gol onde estava Flávia. Segundo a Brigada Militar (BM), os três ocupantes do Honda Fit apresentavam sinais de embriaguez.

Acidente provocado por adolescente

Em outro caso recente, a jovem Bárbara Dias Pacheco, de 17 anos, morreu depois que a moto em que ela estava foi atingida por um carro em alta velocidade no Centro de Novo Hamburgo. Na direção do Jeep Renegade estava outro adolescente, também de 17 anos. O jovem estava alcoolizado no momento do acidente que aconteceu no início da manhã do domingo 7 de maio na Rua Joaquim Nabuco. Ele afirmou estar dirigindo o carro do pai sem a autorização dele. O adolescente está internado na Case de Novo Hamburgo. 

JP Gusmão/Rádio ABC 900
Em março, vigilante morreu em plena madrugada de trabalho no Centro de Novo Hamburgo

Vigilante morreu em colisão no Paradão

Em março, Fabrício Kurtz Pedroso, de 37 anos, morreu durante o trabalho em um acidente no Paradão. O motorista de um Volkswagen Gol, alcoolizado, atingiu o carro da empresa se segurança quem Fabrício estava. Com a força do impacto, uma sinaleira foi arrancada, um poste e o relógio ficaram danificados. A câmera de monitoramento do local também foi atingida e não gravou o acidente. Cleisson Bassetto Pinheiro, de 22 anos, foi preso em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Menos de 24 horas após provocar o acidente, o motorista foi solto por decisão da Justiça. Ele responde o processo em liberdade.

Em fuga, motorista atropela motociclista

Em fevereiro, um motociclista morreu no bairro Primavera após ser vítima em um acidente provocado por uma motorista alcoolizada. Daniel Rodrigues Hunfre, de 31 anos, descia a Rua Boa Saúde quando foi atingido por um Tempra, que seguia em alta velocidade no sentido contrário. A colisão aconteceu por volta das 6h45 do dia 12.

Susi Mello/ GES-Especial
Trecho da Rua Boa Saúde foi isolado para o trabalho da perícia; motociclista morreu no local

De acordo com informações da Brigada Militar, a mulher colidiu contra a moto, atropelou o motociclista e fugiu do local do acidente. Atrás dela, um guarda municipal que havia saído do serviço, presenciou a cena e perseguiu o Tempra. A motorista, identificada pela Polícia como Silvana Aparecida Ramos, foi alcançada na Avenida Presidente Lucena já no bairro Nova Estância, em Estância Velha. 

O teste do bafômetro realizada na motorista acusou 0,56 mg/l e a contraprova resultou em 0,51 mg/l, o que configura embriaguez ao volante. Quatro dias após o acidente, Silvana ganhou autorização da Justiça para deixar a prisão. Ela está em liberdade provisória e teve a CNH suspensa. 

O que diz a Lei Seca

Com a nova Lei 13.281, que alterou o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), a multa por dirigir embriagado passou de 1.915,00 para 2.934,70, além de o condutor perder sete pontos na carteira. O motorista do veículo também tem a CNH suspensa por um ano. A pena de detenção pode variar de seis meses a três anos. Se o motorista tiver cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores, o valor da multa é dobrado


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS