Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Boa iniciativa

Detentos de Charqueadas mantêm plantação de morangos orgânicos

Cerca de 30 presos recebem ajuda e orientação de agentes penitenciários e técnicos da Emater para manter a horta

Luiz Chaves/Luiz Chaves/Palácio Piratini
Cerca de 30 detentos recebem ajuda e orientação de agentes penitenciários e técnicos da Emater para manter a plantação de morangos
Uma frutinha tem dado enormes resultados. Das duas estufas da Colônia Penal Agrícola de Charqueadas devem sair até quatro toneladas de morangos orgânicos, sem conservantes. Mas o lado mais positivo desta história não é este. Quem cuida dos morangos são os presos. Cerca de 30 detentos recebem ajuda e orientação de agentes penitenciários e técnicos da Emater.

"A gente sabe que as pessoas nos veem com maus olhos e a gente não tira a razão delas. A gente fez coisa errada, sim. Mas agora tem uma oportunidade real pra mudar de rumo. Esses morangos fazem eu me sentir útil e ajudar minha família lá fora", contou um dos presos. Casado e com uma filha de 11 anos, o detento ganha um salário mensal, assim como todos que participam do projeto. Outro benefício é a redução da pena, prevista em lei. Três dias trabalhados são um dia a menos na prisão.

O projeto, chamado de Estufa I, foi criado no ano passado, pelo setor de ouvidoria da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos (SDSTJDH). Com apoio de parceiros, o governo do Estado não gasta um real com a iniciativa, que é fiscalizada pela juíza Valéria Wilhelm, da Vara de Execuções Criminais de Novo Hamburgo. "Desde que o trabalho começou, as tentativas de fuga caíram pela metade. E, entre os presos que passaram pelo projeto e já ganharam liberdade, nenhum voltou a cometer crimes", contou.

O governo gaúcho está em busca de apoio financeiro junto aos ministérios da Justiça e do Desenvolvimento Social para ampliar projetos como o de Charqueadas. Uma lista com 145 presídios gaúchos foi entregue à Emater para que seja estado a possibilidade de ampliação do projeto. 


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS