Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Pavilhões da Fenac

Mais de 300 expositores e oportunidades de negócio: Construsul quer incentivar a economia

Na quinta-feira, ocorreu uma rodada de negócios reunindo construtores e lojistas

Nicolle Frapiccini/GES-Especial
Mais de 300 expositores apresentarão novidades da construção civil até sábado na Fenac

Com a convicção de que o pior momento da economia brasileira já passou, o setor da construção civil está motivado a fazer negócios. E um grande termômetro do segmento no Rio Grande do Sul é a Construsul – Feira Internacional da Construção, que começou na última quarta-feira e segue até este sábado (5) nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo. Nesta, que é a 20ª edição da mostra, mais de 300 expositores estão apresentando suas novidades. A hamburguense Killing está mais uma vez presente com suas tintas.

O diretor da Unidade de Negócios Tintas, Paulo Moreira, conta que a expectativa é muito grande. “Sempre fomos muito bem sucedidos aqui”, fala Moreira, ao revelar que a empresa aposta muito na movimentação de quinta e sexta. “Devemos fechar as metas de negócios de agosto bem antes do final do mês”, destaca o diretor, ao dizer que um objetivo Construsul 2017 está relacionado aos cinco lançamentos da Killing. “Iniciamos a feira com a intenção de colocar os lançamentos em 100% dos clientes que compram da empresa. E isso vem se concretizando e surpreendendo. Teremos que reprogramar os planos de produção para suprir a demanda.”

Prospecção de clientes e vendas

De volta depois de cinco anos, a Paluzzi Blocos Cerâmicos, de Sapucaia do Sul, comemora os resultados já obtidos na mostra. “A feira está muito boa, o estande está sempre lotado. Viemos, sobretudo, para prospectar novos clientes e mostrar a cara da empresa, tirar os nossos produtos do papel dos catálogos e transformá-los em algo palpável”, fala o diretor da empresa Juan Carlos Germano, que não descarta a participação da Paluzzi na próxima edição.

Pelo segundo ano consecutivo, a Plastupan, de Tupandi, que trabalha com as indústrias química e alimentícia, está presente na feira. A comercial Vanessa Preuss conta que a edição deste ano está melhor que a do ano passado. “Viemos para fazer contatos. Algumas vendas já estão praticamente certas.”

Rodada de negócios

Nicolle Frapiccini/GES-Especial
Evento está em 20ª edição

Uma das atrações do segundo dia da Construsul foi a Central de Negócios da Construção, que reuniu construtores e lojistas de material de construção em rodadas de negócios. Realizada pelo segundo ano consecutivo pela Sul Eventos, promotora da mostra, a iniciativa teve a participação de 27 vendedores e 12 compradores.

“Foram feitas 68 reuniões de aproximadamente 20 minutos. Esse é um projeto que está amadurecendo e será intensificado para 2018”, frisa o diretor da Sul Eventos Paulo Richter. O gerente comercial da Empreendimento Pillar, Guilherme Pillar, participa pelo segundo ano da Central. “É bom porque conseguimos conversar em um ambiente mais reservado.” Já Diovane Bittencourt, gerente comercial da catarinense Alumasa, diz que a chance de fechar negócios com contatos feitos na Central é muito grande.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS