Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Automobilismo

Matheus Leist projeta a temporada 2018

Quarto colocado da Indy Lights, piloto hamburguense busca espaço na Fórmula Indy na próxima temporada

LLC Photo/Divulgação
Matheus Leist venceu a prova preliminar das 500 milhas de Indianápolis, principal corrida do ano na Indy Lights
A estreia do hamburguense Matheus Leist, 19 anos, na Indy Lights – a divisão de acesso da Fórmula Indy – foi bastante positiva. Campeão da F-3 Inglesa em 2016, ele terminou a temporada na quarta colocação entre os 16 pilotos da categoria logo no seu primeiro ano nos Estados Unidos. Além disso, venceu três provas, mesmo número de vitórias do campeão, o americano Kyle Kaiser, que disputava a competição pelo terceiro ano. Agora, ele terá algumas semanas de descanso antes do início dos treinos para a temporada 2018, em março. Até lá, irá definir seu futuro.

“Temos a intenção de subir para a categoria principal, a IndyCar (no Brasil, Fórmula Indy), mas isso depende de valores, orçamento, da equipe que a gente conseguiria andar. Essa seria a primeira opção. A segunda opção seria fazer mais um ano de Indy Ligths com a mesma equipe (a Carlin) pra tentar ser campeão, mas estamos tentando subir para a categoria principal”, disse Leist, falando de Nova York, em entrevista exclusiva ao Jornal NH. Ele pretende passar uma ou duas semanas no Brasil para visitar a família em Novo Hamburgo. “Temos seis meses de férias, que na verdade não são férias. Vou tirar uma semana agora, volto para o Brasil por uma ou duas semanas e aí segue a correria pra ver o que faremos no ano que vem.”

Ao vencer a Fórmula 3 Inglesa em 2016, igualando nomes como Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, Leist chegou com moral nos Estados Unidos para disputar a Indy Lights. “Foi uma temporada bem positiva. Fui um dos pilotos que mais ganhou corridas, junto com outros dois (um deles o campeão Kyle Kaiser). Ganhei três corridas, sendo que uma foi a mais importante da temporada, lá em Indianápolis, no oval”, destacou o piloto. Além da vitória na corrida preliminar das 500 milhas de Indianápolis, Leist também venceu em Iowa e Road America. “Como foi meu primeiro ano de Estados Unidos e na categoria, foi muito positivo. No final do ano perdemos um pouco do rendimento, o carro não vinha tão bem como no começo, mas conseguimos terminar o ano em quarto lugar”, avaliou.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS