Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Plínio Dall'Agnol

Escritores da imigração alemã

Escritores da imigração alemã

Plínio Dall'AgnolPlínio Dall´Agnol é professor, pós-Graduado em Antropologia Cultural


A oportuna iniciativa dos jornais NH e VS do Grupo Sinos trata da publicação de textos e entrevistas na língua alemã. Mais precisamente do dialeto Hunsrück da região alemã originária da maioria dos imigrantes que aportaram em nosso Estado em 25 de julho de 1824. “Für Immer” (Para Sempre) é fruto do trabalho de Moacir Fritzen, Marcelo Collar e Gabriel Guedes.

Esse evento motivou pesquisar em minha biblioteca particular o que tenho de escritores da imigração alemã. Historicamente, mais importante é o leopoldense Vianna Moog, nascido em 1906, membro da Academia Brasileira de Letras com uma rica produção literária, destacando-se Um Rio Imita o Reno, com a vida e obras dos imigrantes à margem do Rio dos Sinos. O jornalista hamburguense Felipe Kuhn Braun, com 12 livros sobre cidades (Bom Princípio, Dois Irmãos, Linha Nova e Novo Hamburgo). Memoriais, histórias, cartas e relatos de imigrantes alemães.

Canaã, de Graça Aranha, O Continente, de Erico Verissimo, A Ferro e Fogo, de Josué Guimarães e Videiras de Cristal, de Luiz Antonio de Assis Brasil, podem ser considerados clássicos trazendo relatos de vida dos imigrantes.

O Incidente, de Diva Walzer Kuhn, Os Amores de Jacobina, do Pastor Martin Dreher, publicados neste ano pela Editora Oikos, tive o privilégio de receber seus autógrafos com tocante dedicatória.

Podemos ainda enumerar Telmo Lauro Müller, com Colônia Alemã: Histórias e Memórias, Daniel Hillebrand, com Registro da chegada dos imigrantes alemães em São Leopoldo, e Jean Roche, autor de A Colonização Alemã e o Rio Grande do Sul.

Minha relação de autores da imigração alemã é ainda maior, dado o espaço que tenho disponível nesta crônica, fico por aqui desejando a todos uma boa leitura.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS