Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Dom Zeno Hastenteufel

Continuamos no mês da Bíblia

Leia artigo de Dom Zeno Hastenteufel

D. Zeno Hastenteufel D. Zeno Hastenteufel é bispo da Diocese de Novo Hamburgo


Estamos ainda no mês da Bíblia celebramos o aniversário da Independência, mas continuamos dependendo de tanta gente e de tantas coisas. Somos um País independente, mas caímos na mão de tanta gente sem escrúpulo algum que aproveitou o suor do povo para enriquecer de modo suspeito. Enquanto isso, vamos para o segundo domingo de setembro, e a liturgia nos fala a respeito das consequências de quem vive esta intimidade com Deus, através da leitura sistemática da Bíblia. Precisamos viver segundo as sábias orientações que vêm do próprio Deus. Realmente nos tornamos profetas, isto é, pessoas comprometidas com o anúncio da Palavra e com a denúncia de tudo aquilo que não está de acordo com estas verdades reveladas por Deus. O profeta Ezequiel nos mostra a seriedade desta missão profética.

O evangelho é bem prático. Ele nos mostra como devemos proceder quando começam a haver perturbações e desavenças na vida em comunidade. O método é usar a correção fraterna, com muita caridade, mas tentar corrigir o irmão que peca e que não está no bom caminho. Mas, se ele não nos atender, então, cabe-nos levar o caso para a comunidade, conversar com os seus responsáveis. As questões precisam ser resolvidas, os atritos precisam ser superados e as pessoas necessitam recuperar a paz.

Na mesma direção, orienta também a carta de São Paulo aos Romanos: “Não fiqueis devendo nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o próximo está cumprindo a Lei” (Rom 13,8).

Aqui queremos lembrar o que Bento 16 disse na JMJ, em Madrid, em 2011: “Ter fé é apoiar-se na fé dos teus irmãos, e fazer com que a tua fé sirva também de apoio para a fé de outros. Peço-vos, queridos amigos, que ameis a Igreja, que vos gerou na fé, que vos ajudou a conhecer melhor Cristo, que vos fez descobrir a beleza do Seu amor. Para o crescimento da vossa amizade com Cristo é fundamental reconhecer a importância da vossa feliz inserção nas paróquias, comunidades e movimentos.”


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS