Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Operação Cui Bono

Após apreensão de R$ 51 milhões, Geddel Vieira Lima é preso na Bahia

Além do ex-ministro, a PF cumpre mandado de prisão preventiva contra Gustavo Ferraz, ligado a Geddel

Valter Campanato/Agência Brasil
Geddel Vieira
O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), ex-ministro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e homem de confiança do presidente Michel Temer, foi preso na manhã desta sexta-feira (8) em Salvador, na Bahia. Ele perdeu os benefícios da prisão domiciliar depois da descoberta das malas com 51 milhões de reais serem apreendidos em um imóvel atribuído a ele.

Geddel Vieira Lima, de 58 anos, foi conduzido nas primeiras horas do dia pela Polícia Federal (PF) até o aeroporto da capital do Estado da Bahia. Ele esperava para ser julgado por suposta tentativa de obstrução da justiça. A PF não informou até o momento o local para onde o ex-poderoso ministro será levado.



Polícia Federal/Divulgação
Imagem divulgada pela Polícia Federal mostra as malas de dinheiro encontradas em apartamento em Salvador (BA)
O ex-ministro já tinha sido preso preventivamente na mesma operação em julho deste ano, mas recebeu autorização do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, para cumprir prisão domiciliar. Embora a decisão judicial determine que ele seja monitorado por tornozeleira eletrônica, isso não vinha acontecendo pois o governo da Bahia não tem o equipamento.

Dinheiro em imóvel

Na última terça-feira (5), a PF apreendeu 51 milhões de reais em um apartamento que seria utilizado por Geddel em Salvador. O dono do imóvel afirmou à PF que havia emprestado o imóvel ao ex-ministro para que ele guardasse pertences do pai, que morreu no ano passado.


Com informações da AFP


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS