Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Barbárie

Dois corpos esquartejados são encontrados em Lomba Grande

Segundo a Polícia Civil, as cabeças não foram localizadas perto dos corpos

Divulgação
Partes de corpos foram localizados dentro de sacolas plásticas e caixas de papelão em Novo Hamburgo

Dois corpos esquartejados foram encontrados nesta segunda-feira (4), em um matagal da Rua Porto das Tranqueiras, no loteamento Integração, bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo. A Polícia Civil acredita que o crime tenha acontecido na madrugada de segunda-feira, em função do estado de decomposição dos corpos.

Por volta das 10 horas, um homem, que recolhia lixo espalhado na beira da estrada, viu apenas um tórax dentro de uma sacola plástica azul. Ele em seguida abordou uma patrulha da Brigada Militar que estava próxima.

Chegando no local, os brigadianos encontraram o tronco de uma mulher dentro da sacola plástica, próximo à estrada. A poucos metros dali, havia mais duas caixas de papelão fechadas. Com a chegada dos técnicos do Instituto-Geral de Perícias (IGP), as caixas foram abertas e se constatou que eram partes de um corpo feminino e outro masculino. Segundo a Polícia Civil, seriam uma mulher jovem e uma criança. Algumas partes dos corpos estavam faltando, incluindo as duas cabeças, que ainda não foram localizadas.

Fontes policiais informaram que, aparentemente, as vítimas foram mortas em outro local e os restos mortais, desovados ali. A perícia ainda não precisou a causa das mortes e nem a identidade das vítimas.

Não existem câmeras de segurança no local, e os vizinhos mais próximo ficam a cerca de 500 metros. Por se tratar de uma estrada ser de chão, a Polícia não conseguiu identificar marcas de pneus que possam ter deixado pistas, já que no local também passam muitos carros, carroças e bicicletas.




PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS