Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Dia da Independência

Parte de arquibancada cede durante desfile em Estância Velha e quatro ficam feridos

As vítimas sofreram apenas escoriações e foram levadas para o hospital da cidade

Claucia Ferreira/GES-Especial
Parte danificada da arquibancada ficou isolada após o acidente na manhã desta quinta-feira (7) em Estância Velha

Em meio à realização do desfile cívico do Dia da Independência, em Estância Velha, parte de uma arquibancada cedeu e acabou ferindo quatro pessoas sem gravidade. O acidente aconteceu por volta das 9h50 desta quinta-feira (7). Das quatro vítimas, duas seguem em observação no Hospital Getúlio Vargas e outras duas foram liberadas ainda nesta manhã.

Segundo o capitão Alexandre Sório, comandante do companhia de Corpo de Bombeiros de Estância Velha, as pessoas caíram de uma altura de cerca de dois metros. A arquibancada era de pequeno porte e tinha apenas seis níveis.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Marli Arigony, o acidente com a arquibancada foi uma casualidade. “Foi um fato isolado, sem gravidade. Quatro pessoas tiveram alguns arranhões e foram encaminhadas ao hospital da cidade e todas passam bem. O incidente aconteceu na metade do desfile. O local foi isolado e o desfile continuou normalmente”, explica a secretária, responsável pela organização do Desfile do 7 de setembro.

Conforme Sório, a arquibancada que foi instalada está irregular. "Não fomos comunicados e por isso não houve vistoria do local. Já o coordenador da Defesa Civil do município, Douglas Bauermann ressalta que a arquibancada tinha um laudo técnico para a capacidade para 250 pessoas. “No momento do acidente tinha em torno de 170 pessoas em cima. Bem menos do que a capacidade. Agora vamos fazer a perícia e um laudo técnico do equipamento que é locado de uma empresa. Durante a semana conversaremos com os representantes da empresa sobre o que ocorreu”, salienta o coordenador da Defesa Civil.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS