Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Vale do Sinos

Polícia Civil investiga relação entre crimes com corpos queimados em Campo Bom

Em pouco mais de 24h, duas pessoas foram encontradas com parte do corpo queimado

A Polícia Civil de Campo Bom investiga a relação entre dois crimes bárbaros na cidade no intervalo de pouco mais de 24 horas e em localidades próximas. Nos dois casos, ocorridos nesta semana, as vítimas foram encontradas com parte do corpo queimado. Segundo o delegado Clóvis Nei, “é cedo para dizer se os crimes têm alguma relação, mas nenhuma hipótese pode ser descartada”.

Brigada Militar/Divulgação
Corpo de mulher é encontrado em matagal em Campo Bom

No primeiro caso, por volta das 14 horas da quarta-feira (6) o corpo de uma mulher foi encontrado em um matagal do bairro Vila Rica, próximo ao Rio dos Sinos. Da cintura para cima, a vítima foi completamente queimada. Não havia documento ou objeto próximo do corpo que ajudasse na identificação, bem como nenhuma característica de destaque, como uma tatuagem. “Ainda não temos identificação dela, é preciso fazer uma comparação genética ou identificá-la pela arcada dentária, mas para isso é preciso que alguém da família venha reclamar a falta dela, o que não aconteceu ainda”, explica o delegado. Antes mesmo da comparação genética, o exame no Instituto-Geral de Perícias (IGP) em breve confirmará a idade aproximada e altura da vítima.

BM/Divulgação
Alex Pereira da Silva, de 43 anos, foi morto com pelo menos um tiro na cabeça

No segundo caso, registrado por volta das 16 horas do feriado de 7 de setembro, após o combate às chamas em um Volkswagen Gol vermelho, foi localizado o corpo de Alex Pereira da Silva, de 43 anos. Caído no banco do carona, a vítima foi atingida por um tiro na cabeça. “Estamos ouvindo alguns familiares desta vítima e analisando todo o contexto para chegar à motivação do crime, que ainda é desconhecida”, acrescentou o delegado.


PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS