Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Novo Hamburgo

Ex-servidores que receberam salários indevidos têm débito inscrito na dívida ativa

Oito ex-funcionários continuaram recebendo salário após exoneração

Já terminou o prazo de dez dias que a Prefeitura de Novo Hamburgo concedeu às oito pessoas que, segundo a Administração Municipal, receberam salários indevidos entre o período de 2014 e 2017.

Conforme o edital 37/2017, publicado em 22 de agosto, os ex-servidores e pessoas com contratos temporários foram exonerados e, mesmo assim, continuavam a ter rendimentos, mesmo não exercendo nenhuma atividade na Prefeitura.

Conforme a assessoria de imprensa da administração municipal, nenhum deles compareceu ao Centro Administrativo para devolver os valores recebidos irregularmente dos cofres públicos. Sendo assim, os valores devidos foram inscritos em dívida ativa e serão acionados judicialmente pelo Município. A Prefeitura não informou o quanto eles estão devendo, porque os valores estão sendo recalculados.

O Jornal NH fez contato telefônico com as duas pessoas que receberam os rendimentos por mais tempo, Marcos Alexandre Dias da Silva e Raquel Amelia dos Santos, que segundo o edital teriam recebido salário de janeiro de 2013 até janeiro de 2017, quando já estavam demitidos, conforme Portaria nº 2.231/2012.

No entanto, nos dois casos, as ligações caíram na caixa de mensagem. Os outros seis devedores, que receberam indevidamente durante períodos distintos, conforme o edital, são Ana Cristina Feurstein, Anelise Schutz, Clara Amaral Frota, Emerson Ricardo da Silva Cesar, Luciana Matsdorf da Silva Nunes e Mara Cristiani Teixeira.

CORREÇÃO: entre as 17h59 do dia 11/09 e as 11h46 do dia 14/09 esta reportagem informou que os funcionários eram CCs. A informação, repassada pela Prefeitura, já foi corrigida.



PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS