Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
São Sebastião do Caí

Famílias começam a ser removidas devido à subida rápida do Rio Caí

Defesa Civil antecipou retirada que era prevista para a madrugada
12/10/2017 21:09 12/10/2017 21:31

Pedro Grieber/Defesa Civil
Famílias começaram a ser removidas de forma preventiva em São Sebastião do Caí
A subida rápida do Rio Caí, em São Sebastião do Caí, fez a Defesa Civil agir cinco horas antes do previsto. Por volta das 20 horas desta quinta-feira (12), 14 famílias moradoras do bairro Navegantes foram retiradas de casa de forma preventiva após o nível do rio atingir 9,70 metros – a cota de inundação começa em 10 metros no bairro. A previsão do órgão era fazer a retirada das famílias depois da 1h30 da madrugada de sexta-feira.

"As previsões do institutos de meteorologia não deram certo, e o nível do Caí já atingiu o previsto para a madrugada antes das 20 horas. A retirada das famílias é preventiva. Agora, o rio pode passar os 12 metros que elas estarão seguras", afirma o coordenador da Defesa Civil, Pedro Griebler. Todos os removidos foram levados para um ginásio que serve de abrigo no bairro Rio Branco.

No fim de maio, mais de 30 famílias do bairro já haviam sido removidas devido à chuvarada daquele período. "O Navegantes tradicionalmente é afetado pelo Caí. É um bairro ribeirinho. Quando o rio atinge os 12 metros, o Quilombo e o Vila Rica passam a ser problema também", explica.

Entre a meia-noite e as 20 horas, o nível do Caí subiu 4,30 metros. Segundo Griebler, a média de subida foi de 20 centímetros, mas entre as 14 horas e as 16 horas, a média chegou a 50 centímetros. "Isso aconteceu porque começou a descer a água da chuvarada que caiu pela manhã em Caxias do Sul. Já esperávamos por isso. O Caí sobre muito rápido."


Arte/GES
O Arroio Forromeco, no Salto Ventoso em Farroupilha, com muito volume nesta quinta-feira (12), na foto de Márcia Dobner, e quando está com o nível normal. Suas águas seguem para o Rio Caí


Nos Vales dos Sinos e Paranhana, situação segue sob observação

Assim como no Vale do Caí, a água que desce das cabeceiras, como em Riozinho, na Cascata do Chuvisqueiro, impressiona pelo grande volume, como mostra foto feita no começo da tarde desta quinta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros Voluntários de Rolante, a precipitação acumulada na região desde o começo da chuvarada, na terça-feira, é de apenas 42,1 mm, o que segundo eles, não é indicativo de problemas com enchentes na região.

Juarez Machado/Juarez Machado/GES
Rio Paranhana na manhã desta quinta-feira (12) em Três Coroas: nível pouco mais alto, mas sem alerta para enchente
Em outras cidades da região, a situação ainda não é de risco. Segundo a coordenadora da Defesa Civil de Igrejinha, Alessandra Regina de Azambuja, às 13 horas o Rio Paranhana estava em 2,89 metros. O acumulado de chuva era de 61,81 mm. Em Três Coroas e Taquara não há problemas e o nível dos rios segue dentro do normal.

Em Novo Hamburgo, o coordenador da Defesa Civil de Novo Hamburgo, Claudiomiro Fonseca, afirma que o órgão está acompanhando a situação do Rio dos Sinos, que por enquanto não oferece riscos à cidade.

Em São Leopoldo, o acumulado de chuva desde terça-feira já é de 101 mm. Às 18 horas, o nível do Sinos estava em 3,25 metros na cidade. Em Campo Bom, até as 9 horas da manhã, o responsável pela estação meteorológica, Nilson Wolff reportou acumulado de 81 mm.

Chuva segue até sábado

Segundo previsão da MetSul Meteorologia, a chuva segue intensa ainda pelo menos até o final da noite desta sexta-feira (12), embora a instabilidade já reduza drasticamente entre a tarde e noite. No sábado, a precipitação segue, mas sob forma de garoa e chuviscos, com baixo volume. No domingo, tempo firme.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS