Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Turismo

Garantir o visto para os EUA está mais prático, barato e rápido

Consulado norte-americano em Porto Alegre reduziu os valores e tempo de espera para gaúchos tirarem o visto. Mas ainda é preciso atenção para conseguir ter o documento aprovado
02/10/2017 17:33 02/10/2017 17:34

Foi-se o tempo em que tirar o visto para os Estados Unidos era uma jornada cansativa e extenuante, e que obrigava quem mora na região a gastar ainda mais do que o necessário em viagens para o centro do País. Funcionando desde junho deste ano, o Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre trouxe todos os serviços que só poderiam ser feitos em Recife, São Paulo e Rio de Janeiro para o Estado, diminuindo as filas de espera, barateando o custo de quem pretende se aplicar para tentar um visto e tornando o processo bem mais simples.

Hoje, após preencher o formulário DS-160 e pagar a taxa de emissão do visto, o interessado pode marcar para um período muito próximo a coleta de foto e digitais e a temida entrevista consular que, antes, precisava ser feita em algum dos outros postos. “Quando era necessário fazer a entrevista em Rio de Janeiro ou São Paulo, a pessoa gastava no mínimo entre R$ 1,5 mil e R$ 2 mil com passagens, estadia e deslocamento, além da taxa de emissão do visto. O processo todo levava até dois ou três meses, dependendo da disponibilidade de horário nos consulados”, comenta a agente de viagens Marta Lorenz. “Hoje o processo em Porto Alegre facilitou muito. E como o consulado ainda é novo, fica mais fácil conseguir horários.”

Claro que o processo mantém ainda uma postura rígida, por isso, separamos algumas dicas para facilitar o encaminhamento dos documentos necessários e, inclusive, como lidar no momento principal de todo o processo e respondendo as perguntas do agente consular. Marta afirma que o processo é muito detalhado e, por isso, agências oferecem o serviço de encaminhamento dos documentos. “A taxa que cobramos pelo serviço é de 180 reais. Deixamos tudo encaminhado e orientamos o solicitante para a entrevista. Não quer dizer que o visto será aprovado, mas não haverá problemas no encaminhamento da solicitação.”



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS