Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Série B

Agora sem Guto Ferreira, mas ainda pressionado

inter busca um ponto contra o Oeste para garantir classificação e dar adeus ao trauma da B
12/11/2017 20:37 12/11/2017 20:45

Ricardo Duarte/Inter
Odair Hellmann já comandou treinamento neste domingo
Os divãs para minimizar as dores e as angústias da Série B seguem mais vivos do que nunca pelos lados do Beira-Rio. Após a queda do técnico Guto Ferreira e o novo fracasso no último sábado diante do Vila Nova-GO, na tentativa de obter a classificação matemática à Série A, o Inter tenta resinificar o seu momento, levantar a poeira e deixar a segunda divisão de cabeça erguida. Na manhã desta segunda o time realiza o segundo treino sob comando do interino Odair Hellmann – o primeiro foi na manhã deste domingo - antes da viagem à tarde para São Paulo. Na terça, 20h30, encara o Oeste, na Arena Barueri. Jogo que ganhou componentes extras de pressão na epopeia vermelha na B. Precisando ganhar para acabar com o jejum de vitórias e garantir e não adiar ainda mais o acesso, o time não terá o capitão D´Alessandro, ausente pelo segundo cartão amarelo.

Mas, mesmo que olhando pra frente, o ambiente do clube ainda tem fortes sintomas da saída de Guto e, principalmente, do péssimo momento do time dentro de campo. Desorganização tática, limitações técnicas e uma bola pra lá de quadrada nos últimos quatro jogos, pra ficar apenas nesses, que decretaram o enfurecimento do torcedor e a sangria nas feridas abertas pelo descenso. Que só fecharão e cicatrizarão com o passar do tempo, independente da subida vir nesta terça ou nas duas rodadas finais, frente ao Goiás e o campineiro Guarani.

Justificando uma “soma de fatores” para a saída de Guto, o presidente Marcelo Medeiros negou que a pressão da torcida tenha decretado o chute no técnico. “Obviamente que não. Isso faz parte do futebol. Os treinadores são sempre muito questionados, parte da mídia esportiva simpatizava, outra não com o trabalho do Guto. Não se faz uma decisão dessa profundidade por causa de vaia ou outra manifestação da torcida”, garantiu. Menos político e mais franco, D´Alessandro confirmou que a queda teve ligação direta com o péssimo futebol. “A situação do treinador é triste, porque quando cai o técnico, tem uma porcentagem de culpa nossa. Mas a maior parte é nossa, é de cada um de nós. Somos nós que jogamos. Obviamente ele tem sua parcela, não podemos mentir. Mas a maior é nossa. Quando cai o técnico é porque nós não fizemos o que deveríamos fazer”, admitiu o argentino, ao também sinalizar que um dos objetivos do ano, o título da Série B, ficou mais longe.

Enquanto a panela de pressão rubra segue chiando alto, o clube evita falar em nomes possíveis para a temporada 2018. O que leva interessados em assumir esse comando a anotar um endereço para o envio de curriculum: Avenida Padre Cacique, 891, bairro Praia de Belas. 


O Inter na B com Guto
Guto Ferreira foi anunciado em 30 de maio deste ano como treinador do Inter, na vaga de Antônio Carlos Zago. Na Série B comandou a equipe em 32 jogos, obtendo 17 vitórias, nove empates e seis derrotas. Um aproveitamento de 62,5%. Guto ainda esteve à frente da equipe na derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, mas pela Primeira Liga. Desde a sua saída, o ex-técnico ainda não se manifestou oficialmente. Contudo, teria expressado nos bastidores a sua mágoa com o clube em não permitir que pudesse fechar o ciclo da volta à Série A. Independente da suposta mágoa, Guto e sua comissão técnica receberão mais de R$ 1 milhão de multa rescisória. O suficiente para dar tranquilidade e apaziguar ressentimentos até um novo emprego.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS