Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Chance de título

Em Caxias do Sul, Noia enfrenta o Juventude na final do Gauchão Sub-15

No jogo de ida da semifinal do Estadual Sub-17, Anilado foi superado em casa pelo Inter
10/11/2017 22:23 10/11/2017 22:24

Inézio Machado/GES
Preto, capitão do título dos profissionais, com o técnico da sub-15, Thiago Pauletto
A temporada 2017 tem sido generosa com o Novo Hamburgo, mas não por acaso. No primeiro semestre, os profissionais ergueram a taça do Gauchão depois de uma campanha épica, de muita luta e competência, tendo eliminado o Grêmio na semifinal, e o Inter na decisão. O título inédito nos 106 anos do clube foi conquistado no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. E para quem tem fé e crê nas coincidências dessa vida, não pode ser por mera casualidade que os caminhos levaram o sub-15 do Noia à final do Estadual novamente para esta cidade da Serra gaúcha. Neste sábado, às 15h30, os meninos anilados encaram o Juventude, desta vez no Alfredo Jaconi, tendo a vantagem do empate para serem campeões. No primeiro jogo, no Estádio do Vale, a vitória foi do Noia por 2 a 1.

EXPERIÊNCIA
O meia Preto, hoje coordenador técnico da base, foi quem ergueu o troféu em Caxias. E com toda sua bagagem no futebol, ele tenta dar tranquilidade aos garotos para que no final eles possam sentir a mesma sensação que o capitão teve no eterno 7 de maio de 2017. “Não sei que palavra usar para responder: por quê Caxias de novo? A gente acredita que pode (ser campeão). Nesta semana que antecede o jogo, buscamos passar muita tranquilidade para os meninos, que eles possam aproveitar e viver o momento, de jogar e fazer o que vem fazendo, não tem segredo. Eles estão muito bem preparados”, destacou Preto.

O treinador do sub-15, Thiago Pauletto, também comentou sobre a final em Caxias do Sul. “É uma coincidência significativa, por ser em Caxias e no mesmo ano do profissional. Tentamos isolar um pouco dos meninos para não ser mais pressão psicológica do que já é a final. Eles precisam entrar com o mesmo espírito do jogo aqui, e ter tranquilidade”, completou Pauletto.

INVASÃO ANIL

“Precisamos transformar essa ambição na estratégia para podermos chegar no Alfredo Jaconi e jogar de igual para igual com o Juventude. E na medida do possível, transformar isso também em gols”, afirmou o técnico Pauletto. O coordenador Preto celebrou o momento vivido pela Base Anilada. “Estamos muito felizes por estar passando por esse momento tão especial na categoria de base. Foi uma semana bem parecida com a do profissional, mas sabemos que a obrigação é do Juventude, porém nossa equipe é muito boa e demonstrou no primeiro jogo”, reforçou Preto.

Além da força extra do ídolo, os meninos do Noia terão o apoio em massa da torcida, que lotou cinco ônibus para invadir a casa do adversário. O ingresso para o duelo é um quilo de alimento não perecível, e a entrada dos torcedores anilados será pelo Portão 5.

Juarez Machado/GES
Noia jogou bem, mas acabou derrotado pelo Inter no Estádio do Vale
Sub-17 em desvantagem na semifinal do Estadual

Com um bom público no Estádio do Vale, o sub-17 do Noia fez um confronto equilibrado com o Inter na noite desta sexta-feira, no primeiro jogo da semifinal do Gauchão da categoria. Apesar disso, o Anilado saiu derrotado por 2 a 1, e fica em desvantagem para a partida de volta no sábado, dia 18 de novembro, às 15h30, no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada.

No duelo no Vale, o Noia balançou a rede primeiro, mas a confusa arbitragem assinalou impedimento de Weslei. Depois disso, o Inter abriu o placar com João Victor, em cobrança de falta aos 19min. O Anilado chegou ao empate com Marcos aos 37min. Na etapa final, foi o Inter que marcou novamente com João Victor, aos 12min, para garantir a vitória. O Noia teve na partida ainda dois pênaltis não assinalados. No jogo de volta, o Anilado precisa vencer por dois gols de diferença ou um gol a partir do 3 a 2. Em um novo 2 a 1, a decisão será nas penalidades.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS