Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Entrevista

Beto Campos está de volta ao Estádio do Vale

Técnico do Noia comanda primeiro treino nesta terça-feira
20/11/2017 21:44 20/11/2017 21:46

Inézio Machado/GES
Beto Campos comandará o Noia no Gauchão, Recopa Gaúcha, Copa do Brasil e Série D
O treinador campeão gaúcho com o Novo Hamburgo em 2017 voltou a pisar no gramado do Estádio do Vale nesta segunda-feira e afirmou estar focado para levar o clube ao principal objetivo da temporada que vem, o acesso à Série C do Brasileiro. Após passagem pelo Criciúma, de onde pediu demissão na semana passada, Beto Campos comanda na manhã desta terça-feira o primeiro treino técnico da pré-temporada anilada. O comandante do Noia recebeu a reportagem e esclareceu toda a polêmica que envolveu seu acerto com o time catarinense.

ENTREVISTA BETO CAMPOS 

Dois meses depois da apresentação no Noia e a passagem pelo Criciúma, como volta o Beto Campos ao Estádio do Vale?
Volto muito feliz de estar novamente aqui em Novo Hamburgo, um clube que gosto muito e tivemos um sucesso muito grande nesse ano de 2017. Contente por começar novamente um trabalho, num ano próximo que sabemos que teremos algumas competições importantes para o clube e estamos trabalhando muito para que possamos criar um grupo forte para buscar os melhores resultados possíveis.

A tua ida para Criciúma gerou um impasse: Beto volta ou fica em Santa Catarina para 2018? Você se sentiu muito pressionado por toda essa situação?
No momento em que viemos aqui e acertamos com o Everton Cury (vice-presidente de futebol), fechamos o contrato para fazermos esse próximo ano, deixei claro que se houvesse alguma situação de Campeonato Brasileiro iria trabalhar. Mas ficou definido que deixamos um contrato, principalmente verbal, de que ambas as partes iriam cumprir. Aconteceu a ida para o Criciúma, e antes de acertar lá, eu liguei para o Everton, de que seria pelos 14 jogos que faltavam para o Criciúma finalizar a temporada (Série B). O acerto foi realmente por esse tempo, e coloquei para a direção e a imprensa de Criciúma que tinha um acerto com o Novo Hamburgo. Fomos trabalhando, tivemos bons resultados, depois tivemos uma caída. Não atingimos o objetivo de brigar pelo acesso, e ficamos muito chateados. Mesmo assim, a direção gostou do nosso trabalho e houve interesse por parte da direção do Criciúma (de permanência). Mas se criou uma situação muito ruim, principalmente agora nos últimos jogos. A imprensa queria saber se tinha renovado ou não, e fez com que tirasse, não o meu nem dos jogadores, um pouco do foco. Houve essa pressão e nós soubemos contornar. Vejo como uma situação positiva. Trabalhamos tanto para que surjam oportunidades, e felizmente com esse título do Novo Hamburgo, minha carreira melhorou muito por ser procurado por clubes, mas tenho uma maneira de pensar e cumprir o que acerto.

Em algum momento você pensou em ficar no Criciúma?
Procurei deixar muito claro que, até por ser um clube muito bom de trabalhar e com competições importantes, não que não tínhamos interesse em permanecer, mas que tinha um acerto com outro clube e cumpriria. Saí numa boa do clube, e deixei uma porta aberta.

Como as experiências que teve no Náutico e no Criciúma na Série B vão te ajudar no Noia?
São experiências superimportantes. São duas situações pegando trabalhos de outros profissionais. Foi uma competição diferente do Estadual, que teremos na primeira parte, e isso te dá um conhecimento melhor e experiência maior do dia a dia. Volto bem mais experiente de quando saí.

Como você ajudou na definição dos jogadores para 2018 e o que ainda falta para o grupo?
Quando acertei com o clube deixei uma lista de nomes, e teve também o complemento da direção. Os jogadores que aqui estão não são apenas os que o Beto pediu, mas foi comissão e direção, procuramos sempre definir juntos para errar o mínimo possível. Ainda virão mais atletas, em posições que estão em aberto. Estamos trabalhando muito com a direção, agora diretamente aqui para que se possa fazer um grupo forte.

O Preto, capitão do título do Gauchão, teve uma passagem como coordenador técnico da Base Anilada. Como essa experiência dele fora de campo pode te ajudar na temporada 2018?
Ele é um jogador referência aqui, nos ajudou muito dentro e fora de campo no título. Ele vai continuar nos ajudando para que possamos buscar os objetivos. As dificuldades serão grandes, mas são de desafios que nós vivemos. Os torcedores podem ter certeza que vamos trabalhar muito. E com a experiência que temos, a direção, os atletas, que possamos estar o mais unidos possível também com o torcedor.

Beto Campos agora está de corpo e alma no Noia?
Com certeza. Se não fosse assim não teria voltado. Desde o momento que aceitei o convite, retorno muito focado. O torcedor é exigente, mas confia no trabalho.

Juarez Machado/GES
Diogo Oliveira e Tiago Ott se apresentaram nesta segunda-feira
A PRIMEIRA CONVERSA NO VALE

Ainda sem contar com o grupo completo para a temporada 2018, pois alguns reforços devem chegar apenas após o término da Série B e em dezembro, os atletas que já iniciaram a pré-temporada tiveram o primeiro contato com o técnico Beto Campos. O treinador conversou com os jogadores e depois deixou o trabalho a cargo do preparador físico Rafael Dias. “Foi uma conversa importante, principalmente com os atletas que não trabalhamos ainda. Procurei colocar um pouco da forma que a gente trabalha e como é o dia a dia. Agora eles vão nos conhecendo melhor. É dessa maneira que vamos ter a sequência”, afirmou Beto Campos.

Além da reapresentação do treinador e do auxiliar Dárley Costa, os volantes Tiago Ott e Diogo Oliveira iniciaram os trabalhos nesta segunda-feira. Já nesta terça-feira está prevista a chegada do atacante Jean Silva.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS