Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Tragédia no mar

Emissora revela última mensagem do submarino argentino desaparecido

Texto foi enviado na quarta-feira (15), antes da perda total de contato
28/11/2017 10:10 28/11/2017 10:24

  • Interior de minissubmarino enviado com navio norueguês para ajudar nas buscas
    Foto: Pablo Villagra/AFP
  • Avião da Marinha dos EUA sobrevoa o Oceano Atlântico em busca de sinais ou vestígios do submarino argentino que desapareceu há 14 dias
    Foto: AFP
  • Avião da Marinha dos EUA sobrevoa o Oceano Atlântico em busca de sinais ou vestígios do submarino argentino que desapareceu há 14 dias
    Foto: AFP
  • Infográfico em canal argentino mostra área onde estaria submarino desaparecido
    Foto: Crônica TV/Reprodução
  • Marinha brasileira apresenta o submarino brasileiro Timbira, no Rio de Janeiro, enquanto outras embarcações brasileiras participam das buscas ao submarino argentino desaparecido no Atlântico
    Foto: Leo Correa/AFP
  • Marinha brasileira apresenta o submarino brasileiro Timbira, no Rio de Janeiro, enquanto outras embarcações brasileiras participam das buscas ao submarino argentino desaparecido no Atlântico
    Foto: Leo Correa/AFP
A última mensagem do submarino argentino desaparecido no Atlântico Sul com 44 tripulantes reportou um curto-circuito e um princípio de incêndio nas baterias, segundo o texto revelado na segunda-feira (27) à noite pelo canal A24 de Buenos Aires.

Armada Argentina/AFP
Submarino argentino desapareceu com 44 a bordo
"Entrada de água do mar pelo sistema de ventilação ao tanque de baterias N°3 ocasionou curto-circuito e princípio de incêndio na área das barras de baterias. Baterias de proa fora de serviço. No momento em imersão, propulsando com circuito dividido. Sem novidades de pessoal, manterei informado", afirma a mensagem do "ARA San Juan" reproduzida pelo canal.

Este é o texto da última comunicação enviada na quarta-feira 15 de novembro, antes da perda de contato com o submarino, que é procurado intensamente há 12 dias em uma operação com a participação de 14 países.

A Armada argentina (Marinha de Guerra) havia informado que o submarino reportou uma avaria nas baterias, mas que esta havia sido corrigida. A última comunicação aconteceu quando o "San Juan" navegava pelo Golfo São Jorge, a 450 km da costa argentina.

O submarino havia zarpado no domingo, 11 de novembro, de Ushuaia para retornar a Mar del Plata, sua base habitual.

  • Familiares prestam homenagens à tripulação de submarino desaparecido
    Foto: EITAN ABRAMOVICH/AFP
  • Familiares rezam pelos tripulantes do submarino desaparecido no Atlântico, do lado de fora da sede da marinha em Mar del Plata
    Foto: EITAN ABRAMOVICH/AFP
  • Houve revolta entre familiares dos 44 tripulantes do submarino ARA San Juan, desaparecido há oito dias no Atlântico, após confirmação de que houve uma explosão na área de buscas
    Foto: EITAN ABRAMOVICH/AFP
  • Familiares dos tripulantes do submarino ARA San Juan, desaparecido há oito dias no Atlântico, se desesperam após confirmação de explosão detectada no mar
    Foto: EITAN ABRAMOVICH/AFP


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS