Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Lançamento mundial

Consumidores encaram filas enormes para poder comprar o iPhone X

Vendas começaram nesta sexta-feira (3). No Brasil, aparelho custa R$ 7 mil
03/11/2017 15:35 03/11/2017 15:36

AFP/Divulgação
Lançamento mundial ocorre nesta sexta-feira
As vendas mundiais do iPhone X começaram nesta sexta-feira (3), com as lojas da Apple tomadas por longas filas de fãs ansiosos para adquirir o smartphone, que comemora com essa versão o décimo aniversário do famoso aparelho. Em Londres, Mathew Kam, estudante de cinema de 21 anos, não tinha certeza de que conseguiria comprar um dos cobiçados telefones, apesar de ter passado 16 horas na fila.

Mohammed Haroon, de 17 anos, explicou que o celular, de 999 libras (1.308 dólares) será, ao mesmo tempo, presente de aniversário e Natal. Makan, cientista da computação de 30 anos, vê no iPhone X um "grande passo" tecnológico. Ele encomendou o seu pela internet e foi recebido por um corredor de honra formado por funcionários.

O mesmo aconteceu em Paris, no bairro de Ópera, onde alguns compradores foram buscar seus celulares. Curiosos se aproximavam da loja para conhecer o modelo de aniversário - o "X" do nome se refere aos 10 anos do emblemático smartphone da Apple. "Trabalhei este verão para poder comprá-lo", explicou Jérémy, de 21 anos, estudante de engenharia. Ele escolheu a versão mais cara, de 1,3 mil euros (1.513 dólares) - mais que um salário mínimo líquido na França (1.153 euros).

Em Frankfurt, na Alemanha, Timo, estudante de 16 anos, havia uma fila de espera longa quando chegou às 7h30. "Queria ser um dos primeiros a ter o aparelho". Tim, um professor, dirigiu de Heidelberg, a 80 km de Frankfurt, para adquirir seu celular - encomendado pela internet - e garantiu que "todas as reservas acabaram em menos de dez minutos".

  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Lançamento mundial ocorre nesta sexta-feira
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Lançamento mundial ocorre nesta sexta-feira
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação
  • Filas enormes foram formadas pelos consumidores para comprar o iPhone X
    Foto: AFP/Divulgação

No bairro chique de Kolanki, em Atenas, a expectativa era menor na frente da loja da Apple, apesar de a gerente, Natalia Ravela, comemorar a "forte demanda" e o "sucesso do lançamento". O advogado Vyron Hatzidromou, de 38 anos, "sempre compra a última versão quando sai, pelo 'hype' e pela diversão". Quase três vezes um salário mínimo grego (1,3 mil euros), o modelo em suas mãos é caro, "mas vale a pena", segundo ele.

Graças à diferença de fuso horário, os clientes da região Ásia-Pacífico foram os primeiros a receber o produto, que é desbloqueado com reconhecimento facial e tem tela de OLED. Keith Li, estudante de 22 anos, conta que todos os seus amigos economizaram para poder comprar o iPhone X. Em Cingapura, cerca de 300 fãs da marca passaram a noite em frente à Apple Store. Supakorn Rieksiri e Kittiwat Wang, de 22 anos, viajaram de Bangkok para lá com este fim.

O iPhone X, apresentado em meados de setembro com o iPhone 8, vai competir com o Galaxy Note 8 da Samsung e o Huawei's Mate 10 no segmento de smartphones de luxo. O iPhone representa mais de metade do volume de negócios da empresa californiana. As declarações do seu CEO, Tim Cook, sobre os pedidos "muito fortes" do iPhone X e sua previsão de que o trimestre em curso "será muito bom" foram bem recebidas na Bolsa.

A Apple, que relatou uma alta de 19% no lucro líquido trimestral, a 10,7 bilhões de dólares, detém o primeira lugar global em capitalização de mercado, com 890 bilhões de dólares. Em Paris, a organização Attac convocou uma manifestação pelo lançamento do iPhone X, para denunciar "10 anos de evasão fiscal" que "permitiram [à Apple] acumular mais de 230 bilhões de dólares".


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS