Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Novo Hamburgo

Tal pai, tal filho: Preto e João Vítor, uma dupla campeã

Inspirado pelo pai campeão gaúcho, João Vítor conquistou mais títulos que Preto em 2017
25/12/2017 21:26 26/12/2017 11:00

Gustavo Henemann/GES-Especial
Preto e o filho João Vítor no Estádio do Vale
Cara de um, focinho do outro! Essa é uma expressão usada há muito tempo para definir duas pessoas com semelhanças físicas enormes, tal como João Luis Ferreira da Silva e João Vítor. Preto e Pretinho. Dupla sertaneja? Não. Um é o meia do Novo Hamburgo, capitão do título do Campeonato Gaúcho 2017, e o outro é a jovem promessa das categorias de base do Noia. Aos 9 anos, o filho do meia Preto pôde comemorar mais títulos que o próprio pai nesta temporada. João Vítor foi campeão da Lifuga (sub-10), Sulicampe (sub-10) e 8ª Copa Americano de Futebol (sub-9), além dos vice-campeonatos da Noligafi (sub-9 módulo Prata) e Encosta da Serra - Lifesa (sub-10) e um 4º lugar no Gauchão - Noligafi (sub-10).

Todas essas conquistas fazem o meia Preto se orgulhar do filho, que está seguindo os passos do pai também no meio-campo, e sendo vitorioso desde cedo. E se for contabilizar, João Vítor está disparado na frente do pai em 2017. “Esse ano tive que tirar o chapéu para ele. Conseguiu alguns títulos e já está na minha frente. Vou ter que correr bastante pra alcançar em 2018”, brincou o capitão anilado, que tem como objetivo levar o Noia à Série C do Brasileiro antes de encerrar a carreira e seguir seu trabalho como coordenador técnico da Base Anilada.

NÃO CHORA, PRETO!
Para João Vítor, que concedeu sua primeira entrevista neste início de jornada no futebol, o pai é um espelho para ele. “Acho legal, porque eu já tenho uma experiência, e meu pai do meu lado me ensina muitas coisas. E ele sempre fala que a humildade é tudo no futebol”, disse João Vítor. E a fala do garoto quase fez Preto ir às lágrimas no Estádio do Vale. “Ele quer fazer eu chorar aqui. Mas é uma alegria muito grande, por toda minha história no clube, e ver ele com nove anos já começando a história dele aqui e com carinho pelo clube. Esse posso dizer que não é Inter nem Grêmio, esse é Novo Hamburgo. Um menino que vale ouro. Fico muito feliz e realizado e espero que possa dar ainda mais esse orgulho para minha esposa e minha filha. É um momento muito especial na minha vida”, comentou Preto, que na 8ª Copa Americano de Futebol, no começo de dezembro, entregou a taça de campeão para João Vítor, que foi o dono da braçadeira de capitão do Noia no torneio. Por tudo isso, é possível dizer que ser campeão está no sangue.

Elenise Martins/ECNH
Noia vai se preparar para enfrentar o Veranópolis no sábado
Após folga de Natal, Noia se reapresenta nesta terça-feira

Nos dois principais testes do Novo Hamburgo nesta pré-temporada, o grupo anilado empatou duas vezes com o Avenida. No primeiro jogo, as duas equipes ficaram no 0 a 0 no Estádio do Vale, no dia 16 de dezembro, e na última sexta-feira, 22, no Estádio dos Eucaliptos, os times empataram por 1 a 1. E depois do amistoso em Santa Cruz do Sul, o elenco recebeu um “folgão de Natal” para recuperar as energias e ficar perto da família. A reapresentação anilada está marcada para nesta terça-feira, às 16 horas, no Vale. A semana será de bastante trabalho, até porque o Noia deve fazer mais um amistoso no sábado, 30, contra o Veranópolis, no campo do Sete de Setembro, em Dois Irmãos.

O lateral-esquerdo Xaro, que teve bom desempenho no apoio ao ataque nos dois confrontos com o Avenida, falou sobre a evolução da equipe após a partida de sexta-feira. “É um trabalho físico para soltar as pernas. Tivemos muitas chances, mas o resultado não é tão importante. Vamos aproveitar para descansar para no próximo jogo desempenhar um melhor futebol. Temos um time leve, que toca bem a bola. Ainda estamos nos conhecendo”, destacou o jogador.

CASAMATAS DO VALE SERÃO REFORMADAS

Desde o começo da semana passada, o Estádio do Vale está passando por algumas reformas. Além do gramado principal da casa anilada que está recebendo um tratamento especial para a prática do futebol em 2018, fora das quatro linhas as mudanças também estão acontecendo. De acordo com o vice-presidente de patrimônio, Rafael Weber, um conselheiro do Noia assumiu a responsabilidade de arcar com os custos das reformas das atuais casamatas, que serão lixadas e pintadas a partir do dia 8 de janeiro. Uma parceria com uma empresa paulista também viabilizou a troca das poltronas dos bancos de reservas. As antigas poderão ser reaproveitadas informou Weber. Além disso, a casamata dos adversários ficará mais próxima do vestiário do time visitante. “Antes da estreia no Gauchão tudo estará pronto”, disse Weber.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS