Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Angela Maieski

Pensando com os meus botões - III

Leia artigo de Angela Maieski
04/12/2017 10:00

Angela Maieski - newAngela Maieski é professora

amaieski@sinos.net

1) Pensando na comemoração gremista: se os pais motivassem e incentivassem os filhos a assistir as aulas e acompanhassem as atividades com o mesmo empenho que dedicam ao futebol, seríamos os campeões das Américas na Educação.

2) A greve do magistério, que já ultrapassa os 85 dias. Meus botões confirmam que não aprendi matemática suficiente. Tirando os finais de semana, aproximadamente 60 dias letivos devem ser recuperados: janeiro e fevereiro. Caso a greve se prolongue para além das férias, como uma escola vai organizar seu espaço, ou os professores com 40 horas vão organizar seu tempo? Uma escola paralisada totalmente não tem como recuperar as aulas se não o fizer em janeiro e fevereiro. Conforme dados coletados na mídia, 35 instituições estão totalmente paralisadas e 500 parcialmente. E, lembrando: grevistas terão que compensar sua carga horária integral, seja 20 ou 40 horas semanais, não apenas suas horas-aula.

3) Sugestão de uma leitora que também pensa com seus botões: “Pessoas que têm o hábito de fazer caminhadas bem que poderiam agregar mais um ao seu exercício diário: recolher o lixo plástico encontrado na sua rota. Provavelmente necessitariam de diversas embalagens para acomodar o conteúdo desta ação. Ganhariam eles com o exercício e ganharia a natureza com o descarte adequado.” Diria eu com meus botões que as flexões realmente aprimorariam a atividade, mas sem esquecer de carregar dois sacos, um para proteger a mão e outro para recolher o material descartado por pessoas cuja consciência é igual aos dejetos que descartam sem preocupação.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS