Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Brasília ou São Paulo?

Temer desiste oficialmente de passar réveillon no Rio de Janeiro

Saúde do presidente, mau tempo e demissão de ministro contribuíram para decisão
28/12/2017 15:36 28/12/2017 15:36

Evaristo Sá/ AFP
Michel Temer
O presidente Michel Temer desistiu de passar o feriado do réveillon na Restinga de Marambaia, no Rio de Janeiro. A viagem seria nesta quinta-feira (28), mas a previsão agora é que Temer passe o ano novo em Brasília ou em São Paulo, onde tem casa. Contrariando agenda oficial, Temer passa esta quinta-feira no Palácio do Jaburu, residência oficial.

Ele repetiria o local do réveillon do ano passado, na Restinga de Marambaia, no Rio, em reserva administrada pela Marinha. Além da demissão de Ronaldo Nogueira do Ministério do Trabalho, ocorrida na quarta-feira, assessores do Palácio do Planalto alegam que o mau tempo no Rio contribuiu para o cancelamento da excursão.

Apesar de o presidente dispor de assistência médica nas viagens e de assessores mapearem hospitais próximos em casos de emergência, a decisão foi de permanecer em Brasília por ser mais seguro à saúde. Temer está com uma sonda coletora de urina há cerca de duas semanas, e deve usá-la por mais sete dias. Em 45 dias, o presidente foi operado três vezes: uma cirurgia cardíaca e duas urológicas. No último mês, seguindo recomendação médica, Michel Temer cancelou três viagens, inclusive uma de oito dias ao sudeste asiático. Ainda, nesse período, consultou-se duas vezes no posto médico do Palácio do Planalto.

Até a tarde desta quinta-feira, o presidente não tinha ido ao Planalto, contrariando a agenda oficial, que previa trabalho no palácio. Ele permaneceu no Jaburu, residência oficial.

A agenda de Temer só foi atualizada às 14h45. Pela manhã no Jaburu, ele recebeu os ministros Torquato Jardim (Justiça), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral).

Na quarta-feira, logo após demissão do ministro do Trabalho, Temer deixou o Planalto às 18h, horário bem abaixo da praxe. Assessores afirmam que ele está cansado e precisa repousar.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS