Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Internacional

Imprensa da Argentina repercute caso das crianças esquartejadas

Portais da região de onde as crianças teriam sido trazidas falaram sobre o caso e sobre os foragidos
09/01/2018 15:42 09/01/2018 21:22

O caso das crianças esquartejadas em um suposto ritual satanista chocou o Estado. Na Argentina, país onde as vítimas teriam nascido, conforme a investigação da Polícia, alguns jornais repercutiram o crime macabro.

O portal El Diario de Misiones aponta que a polícia brasileira investiga o paradeiro de um dos fugitivos, que pode ser nativo de uma localidade chamada de Bernardo de Irigoyen.

Já o site Misiones Online diz que o trabalho de investigação acredita que as crianças sejam da região de Corrientes. A página também ressalta que as características das crianças não são compatíveis com desaparecidos dos bancos de dados do Brasil.

O portal El Território por sua vez, relembra nesta terça-feira (9) os detalhes do caso e cita o nome dos foragidos e dos presos divulgados pela Polícia.

O periódico Norte de Corrientes cita a cidade de Novo Hamburgo como o local onde os corpos foram encontrados e aponta que a Polícia busca pelos crânios das vítimas.

  • Norte de Corrientes
    Foto: Reprodução
  • El Territorio
    Foto: Reprodução
  • Misiones Online
    Foto: Reprodução
  • El Diario de Misiones
    Foto: Reprodução


Nacionalidade das vítimas

No último domingo (7), reportagem do Jornal NH revelou que as duas crianças  encontradas esquartejadas em setembro do ano passado no bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo, seriam de uma área pobre da província de Corrientes, na Argentina. Elas teriam sido trocadas por droga ou veículo roubado para serem utilizadas no sacrifício encomendado por família hamburguense. O propósito do ritual seria atrair prosperidade. 


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS