Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Entrevista exclusiva

'Não chegou todo mundo ainda, mas chegará'

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr. concedeu entrevista à Rádio ABC, prometeu reforços para o time a projetou a temporada
07/02/2018 20:09 07/02/2018 20:11

Ianker Zimmer/GES-Especial
Marcos Couto conduziu a entrevista com o presidente Romildo Bolzan Jr.
Em entrevista exclusiva ao radialista Marcos Couto, nesta quarta-feira, dentro do programa Estamos Aí, da Rádio ABC, o presidente tricolor, Romildo Bolzan Jr., falou sobre seu trabalho à frente do clube e sobre a temporada que está iniciando. Na Arena, o dirigente também disse que o grupo de jogadores ainda será reforçado para este ano e presenteou a Rádio ABC com uma camisa do clube com o número 70, numa alusão às sete décadas que o veículo do Grupo Sinos está completando nesse mês de fevereiro. Confira os principais trechos da entrevista:

Elenco unido
“Sempre digo que se não há um grupo com afinidades que transcendem o campo, que tenha identificação, convívio, harmonia e cumplicidade, se não tiver isso, fica faltando um dos fatores mais importantes para o sucesso de um grupo, que é a capacidade emocional de se envolver completamente no que está fazendo. O Grêmio hoje é isso. É uma grande nação capaz de controlar tudo isso e ser vitoriosa.”

Experiência na política
“Procurei trazer princípios da administração pública (foi prefeito de Osório), que é se submeter aos controles internos e externos. Auditorias, Conselho Deliberativo, responsabilidade fiscal, imprensa, torcida. Tudo que acontece é debatido no Conselho de Administração.”

Engrenagem
“O Grêmio é futebol, mas pra que isso aconteça tem que estar todo mundo entrosado. Tem contratação, cumprimento de obrigações, preparação física, departamento médico funcionando, comissão técnica, o que se faz pra preparar o time para entrar em campo é uma verdadeira engrenagem.”

Finanças
“Se tivéssemos essa boa condição financeira (que se fala após os títulos) já teríamos contratado um centroavante. O Grêmio procura ser responsável, não temos superávit, nosso fluxo de caixa continua complicado, mas o Grêmio avança para uma posição de equilíbrio. Procuramos fazer as coisas dentro das nossas possibilidades. O 12º jogador é cumprir com o que se tratou com os jogadores, com salário em dia e premiações. O Grêmio é um clube equilibrado. Prefiro ter um clube digno, que honre seus compromissos. E desta maneira fomos competitivos e recuperamos nossa capacidade de conquistar títulos, então vamos manter essa política de pés no chão.”

Vibração com títulos
“O êxtase que eu tive foi ser campeão da Copa do Brasil. Ali conseguimos recuperar nossa capacidade de vencer, foi fundamental. Já na comemoração da Libertadores eu fui mais contido. O que enfrentamos lá na Argentina foi um exercício de garantir as prerrogativas e integridade do clube, dos atletas e da torcida. Por isso, no final eu estava muito contente, mas tranquilo.”

Contratações
“A manutenção do elenco é fundamental. Além desse ambiente de cumplicidade e harmonia entre jogadores e comissão, com a direção respaldando isso. Ainda precisamos algumas aquisições para preencher lacunas técnicas do elenco. Acreditamos muito também nos jogadores que estão subindo da base, vamos deixar que o tempo os amadureça, mas manter o processo de formação é fundamental para o sucesso do clube.”

Recado para a torcida
“Disputamos o título de quase todos os campeonatos que disputamos ano passado. O mais importante não é vencer todas as competições, mas estar em condições de vencer todas. E é este o recado para o torcedor: vamos para mais um ano em condições de disputa, com capacidade de competição, capacidade de vencer. E é isso que vai acontecer esse ano. E não chegou todo mundo ainda, mas chegará. Vamos ter plantel competitivo.”


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS